...da forma mais inesperada...

Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

Odeio. Odeio a história do subconsciente recalcado e as teorias freudianas que explicam todo e qualquer comportamento tendo como base disturbios sexuais. Essa história de estarmos muito bem a viver a nossa vidinha, da maneira como achamos mais correcta e de repente, sem motivos aparentes(?), lá vem á baila um qualquer problema mal resolvido do passado, lá vem á baila o nosso subconsciente com as suas mensagens e códigos indecifraveis, manifestando se em sonhos e depois gastamos imenso tempo e energias a  pensar na mesma coisa, quando  era algo que supostamente já era para estar enterrado nas nossas memórias e que afinal, graças ao maravilhoso poder da nossa mente, resolvemos trazer á luz do dia para escrutínio publico (again).

Digo isto porque não acreditava que pudesse ter sonhos premonitórios e agora sei que os tenho (já aconteceram demasiadas vezes para eu achar tudo apenas uma simples coincidência). Digo isto porque quando sonho mais de 3 noites seguidas com a mesma pessoa, das duas uma: ou a encontro ou tenho notícias dela. E últimamente, acreditem que andava a sonhar muito. Sonhos parvos, sem ligação aparente, coisas sem nexo, mas sempre com a mesma pessoa... até que....TCHAAAARAAAAM! Humpft!!! Olha a novidade!

 

Ok. Mudando de assunto e falando em coisas menos metafísicas e transcendentais: acho que ainda continuo um bocadinho de férias. É que últimamente pareçe que se me varre das ideias que tenho que levantar o esqueleto da cama ás 08h e tenho andado a deitar me a horas assim um bocadinho impróprias para consumo. Depois passo o dia todo a hummpft! aaaahhhhh!!! nhaaaammm! Grrrrr!!! Ksss! Ksss! Uahhhhhh! Ainda estou a meio gáz.mas também não me apetece ligar o gáz todo, visto que daqui a uma semanita(mais coisa menos coisa)  volto novamente a entrar num período de vacaciones. Quando toda a gente começa a trabalhar, estou eu de férias. O que é bom, acabou se a confusão, acabou se a guerra no supermercado por causa do pão, acabaram se as filas interminaveis para aqui e ali, acabaram se os estacionamentos em 3ª fila e em cima dos passeios  e volta tudo lentamente, ao mesmo ritmo pacato de sempre. Já tenho saudades. Verdade. Ando farta do Verão. No Verão é quando me sinto sempre mais cansada. No Inverno ando finissima, aí para as curvas todas: durmo as horas exigidas pelo meu organismo, alimento me como deve ser, consigo relaxar semanalmente num luxuriante banho de sais  e espuma, passo os domingos em casa a fazer ronha como deve ser... Agora? Parece que nem tempo tenho para me coçar.

 

Frase para esta semana: "O perigo espreita em cada esquina" (não é da minha lavra mas io autor(a) certamente não se importará com o plágio).

sinto-me: Freudiana
tags: ,
publicado por Carlita às 14:21

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
20
23

24
30

31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro