...da forma mais inesperada...

Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008

Lá se foi a semanita de férias. Nem dei por ela. Mas deu para descansar e relaxar os neurónios.

 

Logo no primeiro dia  ( devia ser do entusiasmo) abri a pestana logo ás 08h30. Boa loira! Hoje que podes dormir até tarde, é que estás  aí toda fresca que nem uma alface. Maravilhoso! Também não desaproveitei o dia: enfiei a fita do modo maníaco  da limpeza nos cabelos e meti mãos á casa. Ficou tudo a brilhar, limpo e a cheirar bem. Hummm, que agradável!!! Depois...tirando alguns planos que até tinha e que acabei por não cumprir por intransigências do destino (hum! hum! mais própriamente devidas a causas quase sobrenaturais ocorridas na Moviflor. Agora digam me lá se é assim muito normal ter sido avisada no dia anterior  em que estava programado fazerem me a entrega de uma mobíla, que o motorista tinha entao acabado de avisar que ia ao médico no dia a seguir, no da entrega, porque nao se estava a sentir bem e depois de ter sido agendada nova entrega e de  ter estado em casa á espera feita camela ligar para lá e ser informada que naquele preciso dia, vejam bem o azar,  o motorista que me vinha trazer a mobíla  tinha partido uma perna?!!!! Fogo! Vão se já mas é benzer! ) ainda fiz uns quantos dias de praia, mas ainda não foi desta que fui ao Sasha, sei lááááá!  Resumindo: foram umas miniférias muito fraquinhas e relezinhas mas em que até consegui descansar um bocadito (mais não fazia mal nenhum), em que tive poucas noitadas de copos (tsss! tsss! estou mesmo a ficar velhinha) e em que não tive encontros imediatos daqueles que me transformam no Pikachu a lançar chispas pela cauda. Mas o mês de Agosto ainda não acabou, atenção!!! e ainda me restam mais duas semana de férias agora para Setembro.(Figas! Figas! Figas!)

 

O tempo também tem estado uma merda! Quem está á espera do mês de Agosto para vir para o paraíso, com  sol e águas cálidas, bem se pode lixar!!! Este mês de Agosto tem sido mais ventoso que sei lá bem o quê e as noites bastante desagradaveis, já para não falar na temperatura da água do mar, que no outro dia parecia mesmo, mesmo, mesmo as águas geladas em que morreram os passageiros do Titanic. Até fazia doer os ossinhos das pernas se lá estivessemos muito tempo....Puxa!

 

Bom, brincadeiras á parte, esta tarde ja fumei quase meio maço de tabaco. Estou ligeiramente stressada. Odeio quando as coisas não me correm bem (e quem gosta, não é?). Mas estou triste, estou ressentida por um motivo em especial que agora não me apetece dizer. Fiz um esforço enorme para não chorar, apesar de quando lhe disse, na minha voz esganiçada de quem já está á beira das lágrimas: "não quero mais falar sobre esse assunto, ok?" (dito sempre isto quando a conversa não me agrada!)  ter posto subitamente os óculos de sol e ter franzido o nariz mais do que o habitual e  depois quando me senti mais controlada ter voltado a tirá los e naqueles breves minutos houve um silêncio e ele apercebeu-se que eu estava quase a chorar, mas já não adiantava nada, a cena do põe-óculos- tira-óculos não foi muito eficaz, fiz um esforço enorme para  depois não lhe dar um murro na tromba e não lhe atirar com a chávena do café á cabeça, que era aquilo que me apetecia ter feito e que me fazia sentir melhor,porque já estava irritada por ter perdido um pouco o controle  e ele se ter apercebido,  fiz um esforço enorme para não lhe atirar á cara que era um... e um... e além disso um..., fiz um esforço enorme para não me virar para trás a fazer gestos obscenos com o dedo médio,que era o que devia ter feito em vez do  meu habitual sacudir de braço direito, do género de quem diz "larga me!",  quando nos despedimos e me atirou com um comentário qualquer á laia de remendo e já sei que quando ler isto vai me dizer que sou sempre a mesma, que nunca lhe digo de verdade o que sinto, que guardo tudo para mim mas o que ele não sabe é que eu prefiro assim porque se lhe vou dizer sai-me tudo trocado e sai-me sempre da maneira mais parva e agressiva e assim desta forma fica na mesma a saber e escuso de fazer a triste figura de desiquilibrada mental, a berrar e atirar com tudo o que me vier parar ás mãos e Touro que é Touro de verdade, apesar de ressentido sai sempre airosamente com a cabeça erguida, sem dar o braço a torcer, apesar de ter  o coraçãozinho a sangrar por dentro.  Ok...agora que já disse o que me vai na alma acho que até já me sinto um pouco melhor. Ufff!!! Hummm...ainda não.Acho que vou até ali á janela pendurar me numa liana, dar umas voltas a berrar como o Tarzan. Quando regressar não devo ter cordas vocais, mas estarei certamente melhor das neuras. (É coisa da lua cheia).

publicado por Carlita às 20:19

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
20
23

24
30

31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro