...da forma mais inesperada...

Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

Chegou a altura de elaborar a minha listinha das pedinchiches natalícias.

 

Então... eu não sou esquisita. Aceito tudo o que me dão com a maior boa-vontade. Quando a minha mãe me começa a perguntar sobre aquilo que eu gostava de receber no Natal, a sondar com o tacto maternal se haverá alguma coisa que me faça falta, a minha resposta, invariavelmente é sempre a mesma:

-" Ahhh...mas não me faz falta nada, mãe! Eu tenho tudo o que preciso."

E se ela insistir assim muito,muito, muito, lá se descoso:

-" Bem, se calhar até me fazia falta isto(ou aquilo, ou o outro...).

 

Este ano, o que vim a descobrir que realmente me faz falta é uma ferro alisador de cabelo, daqueles que tanto dá para alisar como para ondular ( ora bem, que é para ir mudando de visual, que já não há paciência para passar meia hora de secador e escova nas mãos, numa sessão de tortura, a puxar pelas grifas).

 

Assim á primeira vista e sem aprofundar muitas questões é o que me faz mais falta. Huuuummm...tirando o famigerado frigorífico que já ando para comprar há não sei quanto, já que o meu anda há séculos a atravessar o vale sombrio da morte; tirando, talvez, um sofá novo, já que este está assassinado e lentamente, anda a espalhar as suas vísceras, vulgo esponjas, cá por casa, com a colaboração voluntariosa das minhas tarecas; tirando, quem sabe, uma máquina de café Nexpresso( com George Clooney incluido) já que a minha pouco santa anda e vai vertendo metade do café dentro, metade fora da chávena.

Então... visto este prisma, sem realmente  pensar muito, bem vistas as coisas, o que neste momento me faz assim mesmo, mesmo, mesmo falta é o alisador de cabelo!!!

 

Depois há aquelas coisas que sempre podemos comprar nós mesmas, mas que gostamos de receber, geralmente de pessoas que nos conhecem bem e sabem os nossos gostos e predilecções.

Por exemplo:

 

 

ou

 

 

ou

 

 

ou uma produção pessoal seguida de sessão fotográfica (qual a mulher que não gostava?!!! Algum dia destes...bem... no coments!!!).

 

ou ainda uma qualquer experiência www.avidaebela.com/gca/.

 

Namorado lindo...sim, tu que estás a ler este post (), meu tuarege das arábias, meu sultões dos sultões das mil e uma noites, tu gostavas mesmo de fazer a tua gaja (ainda) mais feliz? Gostavas? Gostavas? Gostavas? A sério?!!! Então vai... vai lá espreitar este site tão jeitoso e depois conta me histórias...com finais felizes!!!

 

 

(gostaram deste meu jeito de pedir tão indirecto, querido e carinhoso?)

 

 

publicado por Carlita às 22:47

Quarta-feira, 16 de Dezembro de 2009

Cenário: Casa dos pais

Protaganistas: Pai e Mãe

 

Mãe(a falar para o pai e a olhar para os gatos):" Arre! Tantos gatos que nos haviam de calhar na rifa... esta casa quase é um jardim zoologico!"

 

Pai (a olhar para a cesto de dormir dos gatos, a falar para a mãe, num tom de voz preocupante:" Pois é... os outros têm netos e tomam deles... nós temos gatos."

 

Mãe ( a ajudar á festa): "Já estava na altura de termos uns netinhos, sim..."

 

Nota do autor(eu): queridos pais, pelo andar da carruagem, não haverá netinhos nem meios netinhos para ninguém. Tomem lá conta dos gatinhos, que não chateiam durante a noite, não precisam de mudar a fralda, não fazem despesas com as papinhas e as fraldinhas mais os 1500 biberons e mariquices associadas. Tomai pois conta dessas lindas criaturas de 4 patas e deixem lá as ideias infelizes para outra altura em que eu não esteja a pensar ir aí. Boa? Boa....

 

 

 

publicado por Carlita às 21:44

Terça-feira, 15 de Dezembro de 2009

Depois de um fim de semana repleto de jantares natalicios, chegei viva a esta semana. 

A avaliar pela noite de sexta, ia jurar que não chegava a domingo, mas o jantar de sábado foi assim uma coisa muito caseira,soft, regada copinhos de coca-cola( lol!)  que o corpinho já não aguenta duas noitadas seguidas.

 

É que a noite passada tinha me esmerado na sangria... e no karaoke depois. Tomamos o restaurante onde fizemos o jantar de assalto e no final da noite, só restavam os empregados encostados ao balcão todos sonolentos e uma duzia de alegres e felizes funcionários públicos a cantar e a dançar.Pela minha parte, pegei no micro do karaoke e já não o largei (calma, haviam mais três!)... Ah pois é...  em me apanhando com uma coisinha destas nas mãos, desperta a minha veia de artista. Pimba, pois claro, já que até cantei Agata e coisinhas que agora nem me atrevo aqui a confessar, com ganas e coreografia ainda por cima. Constou se  que até levo um certo jeito para animar bailaricos no Verão, a avaliar pelos "virou!" " e já estááá!" que eu ia dizendo no meio da pimbalhada. Cruzes!!! A sangria devia ter para lá alguma frutinha estragada...

 

Moral da história: acordei no sábado de manha, (sim, porque madrugei!) com a voz do Olavo Bilac, rouca de um todo, a doerem me os ossinhos todos do corpo, ligada no modo maníaco das limpezas ( mais uma x, a sangria não devia estar boa!) e a pensar:" mais um jantar hoje?Não sobrevivo a esta noite..." Mas não... O poder do corpo humano é infinito!:)

 

Acho que já tenho mais um jantar de Natal agendado para a semana... mas estou fora!!! Este ano já estou farta das luzinhas de Natal,das musiquinhas de Natal, da Popota a dançar kuduro e da Leopoldina com mamas novas de silicone, dos sininhos, das prendinhas, de ver os Pais Natais alapados todo o santo dia numa cadeira num shopping qualquer e a levar com as criançinhas sentadas ao colo a fazerem pedinchiches...

 

Urrrghhh! Deve coisa da idade.

 

 

publicado por Carlita às 21:20

Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

O mês de Dezembro é tão grande, tem tantos diazinhos disponiveis e porque hão de calhar logo dois jantares de Natal no mesmo fim-de semana, um a seguir ao outro?

 

Olha, é rezar para que chege viva ao domingo...:) não sei ainda bem em que estado, possivelmente no mais deploravel possivel, com dor de cabeça e cheia de bolhinhas nos pés, mas não há de ser nada.

 

A maratona começa hoje...

 

Bem, deixem me lá ir caprichar no visual, ver o que se pode fazer dentro do possivel e remediavel na minha pessoa, que isto não é uma coisa que aconteça todos os dias e vale a pena uma produção extra.

 

 

sinto-me: vaidosamente natalícia
publicado por Carlita às 16:11

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2009

"Homem é rascunho...Mulher a PERFEIÇÃO!!!"

 

 

(imagem retirada da net)

 

 

PS: Ah! Ah! Ah!

 

 

sinto-me: Inspirada
publicado por Carlita às 14:57

Domingo, 06 de Dezembro de 2009

 

 

 

Snif! Snif! Tão bonito...

... mas alguém entenderá os homens?!!!

sinto-me:
publicado por Carlita às 22:16

Não sei lá que dramazinhos são aqueles que passam aos fins de semana na SIC, que cada vez que mudo o canal, deparo me sempre com o Ricardo Pereira debulhado em lágrimas!!!

 

O amor é lindo... mas não é preciso andarem a novela toda a chorar sobre o leite derramado.

 

Em compensação, nunca vi uma novela onde tanto se dançasse numa discoteca como a do "suposto horário nobre" da SIC, que passa num horário um tanto ou quanto tardio, em dias de semana.

 

Este meu mau feitio...

publicado por Carlita às 21:20

Quinta-feira, 03 de Dezembro de 2009

Ando tão má, tão má, tão má... que nem o vírus da Gripe A quer nada comigo!!! E que jeitinho me dava passar uns dias em casa.

 

Desde que desligei o botão " Modo Depressivo" que ando assim. Empertigada, impertinente e insolente. Refilona, resmungona e respondona. Nem deixo ninguém passar me á frente nas filas do supermercado, mesmo que apenas tenham uma coisinha na mão. Não me apetece. Qual a pressa? Também tenho vida pós-compras, por isso não me venham cá a endrominar com balelas de que " só tenho isto, importa se que passe á frente?" e com olhares de carneiro mal morto, que isso agora não pega. Temos pena. Eu estou na fila. Tu estás na fila. Estás atrás de mim, portanto, segundo a lógica da coisa, serei primeiro atendida que tu. Mesmo que só tragas uma escovinha dos dentes ou um pacote de leite.Não me importo. É a vida.

 

E reclamo. Reclamo de tudo o que não gosto e me faz saltar a tampa. Já devia era ter feito isto á mais tempo. Uma coisinha que me deixa á beira de um ataque de nervos é ir a um sitio qualquer, ser atendida por uma marafona que nunca vi mais gorda na vida e ela tratar me por TU ( refiro me aqui apenas ao sexo feminino, porque no geral, o sexo masculino trata me sempre "você")!!!!Mas o que é isso? Que promiscuidade vem a ser esta?! Andamos juntas na escola? Não. Somos amigas? Não. Conhecidas? Muito menos. Então só porque tenho cara de moçoila nova tenho que aceitar ser tratada por "tu", quando eu trato os outros por senhor(a)? Mais uma vez, temos pena.

No outro dia fui fazer umas compras e no acto do pagamento, a SENHORA da caixa pede me moedas para facilitar o troco:

 

-" TENS aí 1,20 euro?"

 

Pronto. Pergunta efectuda no modo gramatical errado. A tampinha ( que já não anda muito fixa no lugar) saltou me para bem longe.

 

-" TENS?!!!Desculpe, a SENHORA está me a tratar por tu? A senhora conheçe me de algum lado para isso?"

 

Não devia estar á espera, porque a SENHORA (para aí uma rapariga dos seus 25-26 anos) ficou muito surpresa a olhar para mim.

 

-" Aaaahhh...Não. Peço desculpa. A SENHORA tem troco, então?"

-" Tenho. Tenho aqui o 1,20 euro que a SENHORA me pediu."

 

Ksss! Ksss! E voltei costas, leve da silva! Epah, não dá para aguentar mais estas poucas-vergonhas! Mas esta gente não terá educação?

 

Eu bem sei que estamos em plena época natalícia e que supostamente deveriamos andar inundados de paz, fraternidade, amor e essas coisas todas muito bonitas que só se sentem uma vez por ano, que fazem as pessoas fazerem jantares de Natal mesmo que durante o ano se andem a esfolar e a lixar umas ás outras mas que se dane... No Natal passa tudo. Aliás, até temos um interruptor na cabeça a dizer "on-off". !"Off" no Natal e toma lá prendinhas..."off" no Ano Novo e "Feliz Ano Novo com tudo de bom" (ri te ri-te que logo em Janeiro já choras!).  e "on" o resto do ano, com merdices, fofoquices e a tentar fazer a folha. Grunnnf!!!

 

Moral da história: ando má, ando andina, ando anti-natalícia, um bocadinho mais parva que o habitual... tudo o que quiserem. Mas ao menos, ando leve e não engulo sapos.

 

PS: depois da crise de deprê, fico sempre assim: com a moral elevada e as armas em riste. E quem se chegar muito, habilita se a picar-se na lança.

 

Como é? Vai encarar?:)

 

 

 

 

sinto-me: bad to the bones
publicado por Carlita às 20:45

Terça-feira, 01 de Dezembro de 2009

Uma música que ouvi hoje que me fez sorrir e cantar a plenos pulmões.

 

Identifico me,e então?!!! Sou uma criatura poucco impressionavel.

 

 

 

Esquisitinha, a moça, hãããã!! Confesso que o "tuaregue" tinha me levado...Xiuuuuu! Segredo!

publicado por Carlita às 21:16

mais sobre mim
pesquisar
 
Dezembro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
17
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro