...da forma mais inesperada...

Segunda-feira, 25 de Agosto de 2008

Cada vez gosto menos do mês de Agosto. A sério. Por todas as razões e mais algumas. Pelas razões óbvias e menos óbvias. Graças a Deus que já está no fim.Uff! 

 

Eu bem dizia que queria passar de Julho directamente para o mês de Setembro ou Outubro. Eu bem dizia que era o melhor, mas ninguém fez caso.  Então agora, prontos, não quero queixinhas.

 

O mês de Agosto...bem..como o resumir? Muito ventoso. Brisa moderada, passando a vento  forte soprando por vezes com rajadas do quadrante norte nos últimos dias. Nada que não me supreendesse. Desde que vi um porco a andar de bicicleta, desde que as circunstâncias do destino me começam a mostrar as evidências mais que evidentes (que só apenas um ceguinho não via!) nada nesta vida tem já o condão de me deixar boquiaberta.

 

Toda a gente tem que fazer opcções na vida, não é? Podem não ser as melhores escolhas, podem demorar muito tempo a serem tomadas decisões, ms a partir do momento em que fazemos uma opcção, temos que deixar todos as outras para trás e partir no novo caminho que escolhemos. Sem medos. Sem mágoas. De cabeça erguida e confiantes no futuro. Há uma passagem no livro Maktub do Paulo Coelho que diz: ..."aquele que dá um passo no futuro e permanece agarrado ao passado,acaba dilacerado pelo próprio passado." Um bom pensamento, sem dúvida alguma. O passado ficou para trás e decidi arranca lo á muito do meu coração. Opcção nem sempre fácil mas foi assim que decidi e assim há de continuar.

 

Quem não gosta não é obrigado a gostar, apenas a aceitar e respeitar as minhas opcções, se bem que neste momento as  minas opcções não digam respeito a mais ninguém que não seja eu própria. E depois há quem se lixe, há quem se dane, há quem se surpreenda (eu sei que surpreendeu), há quem fale do que não sabe, do que não vê mas que gosta sempre de inventar ( e eu para essa gente estou me sempre borrifando, já estou como a outra que diz "não me interesa o que falam, desde que falem"), há quem se sinta ligeiramente espicaçado por as coisas terem sido assim e não de outra maneira. Meus amigos, só tenho uma coisa a dizer: tantas vezes o cântaro vai á fonte que um dia fica lá a asa. E a minha asa (salvo seja!) já ficou pelo caminho há bom tempo.

 

Mas agora (para o que me havia de dar) apetece me acabar este post com provérbios. Sei lá, deu me hoje para este lado,lá está...é do vento...

 

Provérbio nº 1: "Amarra se o burro á vontade do dono"

Provérbio nº 2: " Quem ri por último ri melhor"

Provérbio nº 3: "Quem espera, desespera."

Provérbio nº 4: "Quem tem telhados de vidro que não atire pedras."

Provérbio nº 5: "Quem foi ao ar perdeu o lugar" (adoro este!)

Provérbio nº 6: "Quando se está de trombil, esconda se a cara dentro do barril" (este não existe, fui eu que o inventei agorinha mesmo!)

 

publicado por Carlita às 17:30

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
20
23

24
30

31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro