...da forma mais inesperada...

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008

Este post é só mesmo para fazer uma pequena correcção e alteração  á frase da semana que publiquei no post anterior:

 

"O perigo espreita NÃO SÓ em cada esquina mas TAMBÉM em cada curva...."

publicado por Carlita às 14:12

Não é por nada, mas adoro cá mais as sextas feiras! Dia mai lindo!!!  Muaaaaakkkk!!!

 

Mas como nem tudo pode ser bom, esta manhã tive logo um pequeno "desaguiso" com uma utente. Ora, eu dou me ao trabalho de manter a minha sala minimamente limpa e organizada, de ter a marquesa sempre com lençois lavadinhos e perfumados.dou ao trabalho de trocar de papel (aqueles rolos de papel descartaveis, de uma só utilizaçao) entre cada exame (por uma questão de higiene) e esta manha,o primeiro exame que faço é a uma senhora toda muito bem pintada dos lábios, sim senhor, com uma cor salmão a saltar lhe dos beiços,que me questiona a dizer que o papel estava sujo, apenas porque viu lá uns pequenos pontos negros (papel reciclado???!!! sim?!!! dahhh!).

 

-"Impossível estar sujo porque mesmo agora coloquei uma papel novo sobre a marquesa"

-" Ahh e tal...tem aqui uns pontos pretos...." 

 

Passa a mãozinha rechonchuda também de unhas pintadas em tons de salmão, como quem está a sacudir a poeira e aquilo foi o suficiente para por logo o meu Tico e Teco ás voltas. Não loira...não vais dizer mais nada...ainda agora é de manhã, o dia é longo por isso poupa te! Com certeza que desconhece a existencia do papel reciclado. Acabei o exame (que nao dura quase nada, é um exame não invasivo extremamente rápido) e ela fica a olhar para mim, surpreendida, num tom de voz quase zangado:

-"Aiii já acabou?"

 

Como se a rapidez com que lhe fiz o exame fosse para ela sinónimo de que não era um exame  complementar assim digno de muita confiança. Ficou logo benzida ali. Que não me pergunte agora como está o exame... porque...apesar de eu ter conhecimentos suficentes para lho dizer e para lhe explicar, quando a simpatia de uma pessoa comigo aqui roça a arrogância, só porque tenho ar de míuda e aparento menos idade, armo me em cabra e não digo nada, só porque sim, só porque me apetece, só porque posso, só porque me chateeia imensamente que pessoas mal formadas se armem aos cucos comigo.

 

-"Isso é algo que o médico depois fala consigo..."- digo, enquanto trato da burocracia final do exame

-"Mas não me pode dizer qualquer coisinha?"

-" Fala depois com o seu médico, ok?"

 

E acabou se, fim de conversa!  Ou por ser final de semana ou ínício da manhã, não me sentia com grande paciência para provocações. Deixa- os pousar...

 

Mas, trabalho á parte vamos lá ver como corre este fim de semana. Que acontecimentos inesperados e fatídicos se escondem nas curvas e nas esquinas desta vida (ai  que agora até parecia o Shakespeare!). Já repararam como eu ultimamente só falo em curvas, contra curvas e esquinas?A conversa bate sempre na geometria... Raios partissem a coisa! 

 

A minha vida é, de facto, um caso bicudo, cheio de arestas (por limar, muitas delas), por isso tenham lá mas é cuidado com os olhinhos.

publicado por Carlita às 14:08

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
20
23

24
30

31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro