...da forma mais inesperada...

Domingo, 08 de Junho de 2008

Olá meus amores!!! Quantas saudazinhas vossas, dos vossos olhinhos a percorrer as linhas que escrevo...Muitas mesmo. Kissinhos para vocês todos!

 

Há já tanto tempo que não vinha aqui. No domingo, para além da paranóia de arrumar gavetas, pelos vistos deu me também para arrumar e limpar o computador. Fiz um backup aqui no monstrinho portátil e depois estive imensos dias para o configurar. Até sou uma loira esperta, que sabe algumas coisas de informática, pelo menos aprendi a formatar o computador, que estava cheio de trapalhadas até aos olhinhos e estava mais lento que um caracol, mas a coisa não correu lá muito bem como eu estava á espera, o magano encheu se de bichos maus e teve que ir ao sr doutor. Faz o seu check up anual, como convem e depois... é sempre a abrir!!! Jonhy, muito, mas  mesmo muito obrigada!!!

 

E perguntam vocês: novidades? Ora, novidades, novidades...só no Continente!!

 

O tempo já está bem melhor, pelo menos já convida para umas idas á praia e eu JÁ FUI!!! E apanhei um escaldãozinho no lombo. Tão típico... Mas o que querem? Não chego com as mãos ás costas. Nos sítios onde espalhei o protector não fiquei cor de rosa. Já começo com as avarias solares. Também, quem me manda ser uma branquinha de neve?

 

Mais coisas extraordinárias que têm acontecido? Nada de mais. Nem sequer tenho saído muito aos fins de semana (cruzes! credo! devo andar doente!) mas agora com o calor a apertar, já sei que vou andar mais saída de toca. E ontem até foi uma noite em que saí da toca e dei me logo mal.

Epah, haja paciência para aturar gajos parvos!  Estava eu muito bem e relaxada da vida com a M.,  cá fora na esplanada do bar, a fumar o cigarrinho da praxe que acompanha sempre com a imperial, quando uma coisa alienigena aparece por detras de nós a cravar lume. Fiz logo o meu olhar mortal nº 74, aquele que lança chispas cósmicas pelos olhos. Cruzei um olhar com a minha amiga, e ela tinha o mesmo olhar que o meu.  Pus a minha cara do "estás aqui, estás a habilitar te a ouvires uma boca foleira...", mas a coisa não resultou. Insistiu no monólogo. E insistiu,insistiu. Até que teve a brilhante saída de perguntar o que poderria fazer para nos alegrar, a mim e á minha amiga. Ai, eu cá já não me agentava e aquilo teve que me sair:

 

-" Olha, tu queres realmente saber o que nos fazia agora feliz? A sério? Acho que não ias gostar mesmo nada de ouvir a resposta..."

 

Obviamente que foi uma indirecta.A minha vontade era ter lhe dito com todas as letrinhas que o que me poderia fazer imensamente feliz e realizada como pessoa e como mulher, naquele momento, era ter se lhe aberto um alçapão debaixo dos pézinho e ele ter ido parar ás catacumbas ali do bar.  Ficou a olhar  com um arzinho de reptil, destilando ainda uns quantos vapores etílicos para cima de nós, mas airosamente, fomos lhe voltando costas e quando demos por ela, o tipo já se tinha marchado. Ufff!  Realmente, não tenho paciência.

 

Aaaaahh! Esqueci me de referir que agora todos os dias adoro ir trabalhar. Até dou pulos de alegria quando entro de manha no serviço (pela porta do cavalo) e me deparo quase todos os dias com aquele tipo lindo, charmossissimo, com um  ar terrivel de sacana, que apareceu por lá esta semana a dar formação a nível de informática.  Sem dúvida que  os dias correm mais ligeiros, oiço os passarinhos a cantar... Tudo o que se precisa para se ter um óptimo rendimento profissional, com funcionários felizes e satisfeitos, é por assim um espécime destes em frente aos nossos olhos. 

Na primeira vez que o vi, foi logo de manhã,sem estar á espera. Entro no serviço, dou de caras com ele ao fundo corredor..."Eh lêêê!! que é isto?Uau!!! Um homem bonito! E vive la France!" Ficamos um bocado a tirarmos a medidas um ao outro, nos poucos segundos que levei a atravessar o corredor. E confesso que é todo jeitoso, sim. Falta lhe apenas um pouco de altura, mas também, quando estiver deitado nem dá para notar (que boca tão foleira!!).

Eu cá,vou torcer para que o meu computador do serviço tenha para lá uma coisinha ruim qualquer e ele depois tenha que lá ir ver e como quem não quer a coisa, talvez lhe peça logo para ver também o meu pc e depois digo que o compenso com um cafezinho e trocamos números de telelé. Prontos! Está feita a coisa...

 

Esta semana é mais curtinha, pode ser que até ao feriado, a coisa se desenrole e vamos os dois beber um cafézinho numa esplanada na praia.

 

Eu depois conto,ok?

 

publicado por Carlita às 17:26

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
19
20

22
24
25
26
27
28

29


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro