...da forma mais inesperada...

Segunda-feira, 30 de Junho de 2008

Já se passaram as festas populares, já se acabou o Euro (com a justa e merecida vitória para nuestros hermanos), já começaram as enchentes aqui no Algarve..enfim, tudo regressa á normalidade.

 

Este ano tenho que confessar que comemorei muito bem os Santos Populares e apesar de não ter dado um pezinho de dança nos arrais de Santo António, desunhei me nos de São João, com a sardinheca da praxe á mistura com a boa da cervejola. Aaaaahhhhh!

 

Chego também á estúpida conclusão que o mês de Junho é o mês em que me transformo em cobra e me liberto da capa epidérmica antiga. Sim, sim...já andei para aí soltando a pele, dava para uma pochette e quem sabe, bem aproveitada, para uns sapatinhos compensados, último grito da moda para este verão. As cobras largam a pele não sei em que alturas, os veados mudam a camuflagem dos enfeites também algures durante o ano e eu, espécie rara, troco de pele em fins de Junho. Ainda me hei de ver num programa qualquer da BBC Vida Selvagem.

 

Neste fim de semana magnífico de verão, fui á praia e nem querem imaginar o quão quentinha e apetitosa estava a água. Mesmo, mesmo, mesmo boa para uns mergulhos á sapa e umas braçadas ao longo da costa (não muitas e não para muito longe que tenho medo de morrer afogada e os pulmões cheios de nicotina não dão para muitas avarias aquáticas). Resumindo: apanhei o belo do escaldão no sábado e á noite parecia uma lagosta. Mas como hoje já estou finissima, amanhã quando sair do trabalho, vou me esparramar novamente com os pauzinhos ao sol... Burra velha não aprende línguas, pois então!

 

Não há notícias do Rei de Copas. Quando aparecer,mando o logo dar uma volta ao bilhar grande, mando o logo voltar para o baralho ( mandar para o B aralho, atenção) de onde saíu, porque já está atrasado. Então depois de me ter esta partida, de ter feito a figura de otária de andar por aí a dizer em prenuncios manhosos desde o ano novo que era este ano que ele ia aparecer e tal, agora já não o quero...já era para se ter apresentado ao serviço. Por isso e antes mesmo de começar oficialmente as suas funções como namorado dedicado e diligente, já está dispensado. Baaaahhh!

 

Falando em fins de semana, têm sido calminhos... Não têm ocorrido aparições da criatura, nada que me ponha por enquanto os cabelos em pé. Já só falta um mês para ser Agosto ! Gluuuupppsss! Mas este ano decidi que não vai haver mês de Agosto, então... De Julho passamos directamente, através da máquina do tempo para o mês de Outubro. Já está tudo decidido: este ano não vai cá haver atrofios no estacionamento do coche para ninguem, não vão haver os supermercados a abarrotar de gente faminta a levarem tudo com medo que o mundo se acabe nos próximos 15 dias, não vai cá haver encontros imediatos do milionésimo grau( estes sobretudo apenas vão existir numa outra dimensão, numa outra galáxia bem longe daqui).Vai haver, isso sim, danças na praia, passeios nocturnos até ao Sasha (este ano, se não for lá, corto os pulsos!!!), bebericos de bjecas e sangrias até altas horas da manhã numa bela esplanada, jantares em restaurantes com vista para o mar (estou a pensar num em particular, muito bonito, em que se janta á luz de velas e tochas mesmo no areal), bronzeados intensos ( excluem se a parte das queimaduras, claro!), tops arrojados e sandálias de salto alto. Querem lá decisões mais maravilhosas que estas?

 

Hum...hum...cof!cof! no final do Verão eu faço o resumo.

sinto-me: Fresca que nem uma alface
publicado por Carlita às 20:41

Segunda-feira, 23 de Junho de 2008

Vou usar um post apenas para dizer que :

 

 

O MEU PRESSENTIMOMETRO CONTINUA AÍ PARA AS CURVAS!

 

Tive presseks no sábado, lembram se? Pois, era a ruindade que vinha a caminho e eu já estava a adivinhar a coisa com horas de antecedência.

 

Porque é que não me dão estas coisas para acertar nos números do Euromilhões?

 

Eu queria. Eu gostava. Até me fazia um bocadinho mais feliz e tudo (só um bocadinho).

 

Enfim. Deixa. Qualquer dia torno me num saltibanco e vou aí pelas feiras fazendo vidências.

 

Hoje é novamente noite de bailaricos. Já me arrependi de ter feito a depilação. Podia ser que ao saltar hoje a fogueirinha de S. João chamuscasse a penugem.

 

Vou me atafulhar de música pimba para quando menos estiver á espera, despontar em mim uma qualquer Romana ("não és homem para miiiiiimmmmmmmmmm....") ou Ágata ("podes ficar com as joias, o carro e a casa, mas não fiques com ele....") quando estiver ocupada a fazer qualquer serviçinho doméstico.

 

 

 

PS: será normal as minhas gatas conseguirem abrir a porta do meu congelador com as patas?!!! Acho que andam a ficar demasiado espertinhas para meu gosto...Humpftttt!!!

 

E a próxima atracção do circo Cardinalli: A princesa babi das estrelas e as suas famosas gatas amestradaaaaaaaas!!!!

sinto-me: S. Juanina
publicado por Carlita às 20:07

Sábado, 21 de Junho de 2008

Não digam nada!!!

 

 Portugal já não está na corrida do Euro 2008 e tudo por causa daquele alemães do demo! Grrr!!! Eu bem dizia que ia ser um jogo terrível, bom para ficar sem unhinhas, mas sempre tive uma réstea de esperança que ganhassemos nos minutos finais. Afinal,os bons portugas deixam sempre tudo para o fim. Mas não. Para além daquele 3ª golo da Alemanha de gosto duvidoso, ainda sofremos faltas que não foram assinaladas e para alem disso, ainda não consegui perceber porque é que nos anularam um golo. Eu não percebo muito de futebol é certo, as únicas coisas que sei ver é que é golo quando a bola entra na baliza adversaria, que é falta quando um dos jogadores ataca fisícamente o outro e para além disso pouco mais. Não percebo ainda porque anulam os golos, se a bola entra na baliza, porque é que é penalty, etc, etc, etc, mas vi bem que o 3º golo marcado pelos heinz foi assim ligeiramente á bruta, com o jogador a empurrar o nosso guarda redes para o lado á força toda. Para mim (aliás, como para a maior parte das mulheres que estavam a assistir o jogo) a culpa é sempre do árbitro: "é um corrupto", "é um cegueta", " só vê o que lhe convem....".BADAMECO, pahhh!

Mas a verdade é que ganhei um stress brutal ao assistir ao jogo. Meia hora depois do jogo ter terminado, tremia ainda que nem uma vara verde. Mas eu cá tenho uma explicação para termos perdido: perdemos contra a Suíça no outro domingo, porque bebi poucas bjecas, mas desta vez perdemos contra os alemães porque bebi bjecas a mais. Não houve ali o meio termo, prontos, arruinei tudo!!! Loooolll! Pena não termos ido á final, já tinha feito um prógnóstico maravilhoso para esse grande momento: Portugal a marcar, eu e o "crininhas" a assisitir, cada um no seu canto e depois do apito final, os momentos de alegria esfuziante, em que até nos iamos abraçar e tudi e tudi e tudi... Ainda bem que não chegamos a esta fase. Melhor assim.

 

E agora, queridos cuscos, perguntam vocês o que está a loira a fazer em casa, ás 15h00, num sábado radioso de sol? Pois bem, a loira está a fazer a digestão e a ponderar sobre o que irá fazer esta tarde: irei até á praia, levar com o iodo do mar ou irei até a um aldeamento de luxo, nadar na piscina? Hummmmm...Dificil decisão, mas acho que vou optar por me ir por de molho na swimming pool. Não é todos os dias que me posso dar a estes luxos e é melhor aproveitar.

 

Esta manhã tive um presentimentozinho de cáca, que ainda continua e não há meios de desaparecer. O que raios é isto agora, a esta altura do campeonato? Andava tão bem, sem andar a adivinhar chuviscos e hoje dá me para este lado? Mau!!! Não é nada bom! Nada bom! Quando sair esta noite, tenho que levar o chapeu de chuva, no caso de surgirem aguaceiros repentinos, com direito a relâmpagos de trovoada.

 

Xiiii! Não quero sequer ver nada... Para além do chapeu de chuva, vou também levar umas palas nos olhos.

sinto-me: Tristemente portuga
publicado por Carlita às 15:03

Quarta-feira, 18 de Junho de 2008

Não adoram as quartas feiras? A sensação de que meia semana está passada e que apenas faltam DOIS dias para a ramboia? Eu cá gosto muito delas e ainda as adoro mais quando quinta é feriado e dão a tolerância na sexta. Se mandasse no país, fazia um decreto lei que estabelecesse que nas quartas feiras não se trabalhava. Trabalhavamos dois dias, descansavamos um, trabalhavamos outros dois dias e descansava se no fim de semana. Não era óptimo? Para rematar em beleza, faria uma adenda acrescentando o horário da siesta na altura do Verão, das 13h ás 16h. Digam lá agora quem era amiga, quem era?

 

Por falar em amigos: estão preparados para amanhã roerem as unhas até ao sabugo no jogo Portugal-Alemanha? Eu não quero criar assim muitas expectativas, adorava que dessemos uma bela abada aqueles heinzs, mas a avaliar pela maneira como jogamos no domingo passado contra a Suíça, o prognóstico não me se afigura nada bom. Enfim, nada que umas valentes bjecas acompanhadas por um pires de caracois não atenuem. E se roerem as unhecas até fazer sangue, só têm um remédio: por umas novas, de gel ou porcelana. Garanto vos que no jogo a seguir ficariam com os dentinhos lá agarrados e nunca mais se lembrariam desse hábito tão manhoso. Eu também pus umas unhecas de gel, no ano passado...tinha umas mãos LINDAS, bonitas mesmo, boas para se usar no dia do casamento para por a aliança, mas aquilo não durou muito nos meus dedos, porque chegei a um ponto que as começei a arrancar e ficou pior a emenda que o soneto. Por isso, desde essa altura, tenho as minhas unhas naturais, que não são lá assim muito fortes e que passam o tempo todo a lascar se aqui e ali, que não são unhas de tigreza, mas que também ficam todas bonitas quando trato delas.

 

Bom, tenho que deixar este monólogo tão fascinante, porque a M. ligou me para ir com ela ao Centro de Saúde, buscar uma receita de um anti inflamatório porque está com uma dor de dentes descomunal. Eu já lhe disse que isso era falta de beber uns copos, que se bebesse uns valentes copos de aguardente fica certamente finissima, como o fiambre da Nobre, mas ela não me quis crer. Agora, há de levar com uma injecção de Tramal no rabo que até chilreia como os  passarinhos...lol.

 

Tenho que ir cuidar dos meus afazeres de amiga...

sinto-me: amiga
tags:
publicado por Carlita às 21:12

Terça-feira, 17 de Junho de 2008

Viva o calor!

 

Vivam as férias(que ainda estão para chegar, mas já ando a pensar nelas)!

 

Vivam os biquinis!

 

Vivam os chinelos de enfiar ao dedo e as sabrinas que nos permitem andar com as patinhas á larga!

 

Vivam os escaldões no lombo!

 

Estou inspiradissima! Do que será? Será porque acordei esta manhã a cantar uma música toda pimba? Onde é que eu fui buscar aquilo " Tira a mãozinha daí, já sei que é bom mas não é para tiiiiii...". Acordei a traulitar esta música, fui para o banho ,continuei a dar lhe e na hora de fazer a janta saio me com a outra parte: "...O meu mal é que os homens velhacos quase sempre são bons a dançar...". Realmente estranho. Não me lembro de ouvir esta parolice em lugar nenhum...bom, talvez na noite de sexta feira, lá nos arraiais de arrasta o pé, mas se foi isso, ficou me gravada no subconsciente e hoje saiu, despoletada por qualquer pensamento. Verdade seja dita, também padeço do mesmo problema da cantora quando diz que o mal dela é que os homens velhacos sabem todos dançar!!!  Oh oh! Verdade irrefutavel. Um pézinhos de chumbo não tem, de certeza absoluta ( e isso posso garantir) o grau de safadeza de um homem que sabe mexer os pézinhos (principalmente aqueles que não nos pisam e nos agarram pela cintura e sem nos darmos conta, já estamos tontas de tanta reviravolta e de artes bailarinas). É para pensar duas vezes antes de nos metermos com um homem assim. Com o pézinhos de chumbo não.  Este espécime não sai do sítio, a sua máxima arte de dança é bater o pé e sacudir a cabeça ao ritmo da música e tão pouco sabem por onde hão de agarrar uma mulher para dançar. Se bem calha damos lhe nós dois pares de reviravoltas e o homem encosta se a uma parede a cambalear. Não gosto destes... Homem que é homem, para mim, tem mesmo é que saber bailar. Com safadeza de preferência (lindo! depois queixo me!).

 

Para quem esteja interessado em saber, informo que já estou melhor do entalão que apanhei no fim de semana passado. Já não me doem as nádegas, já me sento como uma pessoa normal e apesar das pernocas ainda estarem assim um bocadinho vermelhas, ainda não me saltou a pele. Também, tenho tido cuidados extremos em hidratar a pele, todos os dias, de manhã e á noite, É que para cobra, já me bastou o ano passado, em que pelei desde a ponta das orelhas até ao dedo mindinho do pé. Se tivesse vendido a minha pele, com certeza ainda fazia para aí uma malinha.

 

Informo também que ainda não há novidades nenhumas acerca do rei de copas. Já que falei nisso, o meu rei de copas tem que saber dançar, entre outros atributos. Ando já a pensar em elaborar um questionário para lhe fazer quando o conhecer:

 

  • Idade? (Não abaixo dos 24  e não acima dos 40)
  • Horários de emprego? (Nada cá de horários manhosos nem de reuniões até ás tantas)
  • Hobbies? (Nenhum que lhe ocupe 95% do tempo livre)
  • Gosta de ler? (Sim? bom para podermos trocar livros e opiniões. Não? Que se vá cultivar um bocadinho antes de me encontrar)
  • Romântico? ( Gosta de passear á beira mar e ver o por sol? Nota 10. Gosta de oferecer flores só nas ocasioes especiais? Nota 5. O romantismo para ele resume se a pagar um café e ir ao shoppings?Nota 1. "Romântico, eu? Isso já não se utiliza..." Nota - 20.)
  • Gosta de dançar? ( Se sim, segue para a pergunta seguinte. Se não, "game over".)
  • Gosta de gatos? Tem gatos? ( Se sim, faremos uma família feliz. Se não, vamos ter o burro nas couves muitas vezes)
  • Artes domèsticas? ( Cozinhar: 15 valores; Estender a roupa: 10 valores; Fazer a cama de lavado, SOZINHO: 20 valores; Passar camisas a ferro: 20 valores; Arrumar a cozinha depois das refeições: 12 valores. Deixar a casa de banho imunda: 2 valores; Dizer me que vai cozinhar e pedir me para fazer todo o trabalho sujo, como descascar batatas, alhos e cortar cebolas: 2 valores; Mijar nas bordas da sanita: - 10 valores)
  • Gosta de viajar no lugar do pendura sem abrir a boca para tecer comentários machistas? óptimo, segue em frente.
  • Está preparado para assumir uma relação e caso um dia acabe, não ser cobarde e enfrentar me cara a cara, não desaparecendo do mapa ou enviando sms a dizer que não está ainda preparado?

Se conhecerem alguém que se enquadre neste modelo, avisem me, para marcar o questionário.

 

 

sinto-me: Inquisidora
publicado por Carlita às 20:36

Segunda-feira, 16 de Junho de 2008

Finalmente o merecido fim de semana!

 

A semana passada,  confesso que foi um pouco complicada, com os jogos da selecçao, a imobilização dos camionistas, com a minha Nokas com o cio outra vez... epah...alterações a mais em tão pouco tempo para apenas uma pessoa!! Ufff! Quase que nem tive tempo para vir aqui contar as novidades.

Novidades que até não são bem novidades,então ora vamos cá ver por onde irei começar?

 

Pelo facto de ter ido na quinta feira passada ás compras e não haver quase nada para se comer no supermercado? Mas isso não é novidade, por isso não conta. Irritei me um bocadito, coisa de nada, mas que remédio tive eu senão meter o rabiosque entre as pernas e voltar para casa apenas com um saquinho de pão de forma e umas coisitas enlatadas! E muita sorte tive eu, olha lá se os camionistas de lembram disto e pleno mês de Agosto? Se já sem paralizações é o que se vê ( açambarcam tudo!), sem abastecimento ás gandes superfícies era motivos para xincar os olhinhos a alguém por causa de uma peça de fruta!

 

Este ano fui aos arrais de Santo António, dar um pézinho de dança. Ohhh, onde haja festarola ao ar livre, bar de bebidas a servir bjecas, comida para quando apertar a fomeca e uns badamequitos a tocar e a cantar em cima de um estrado suportado por quatro paus... estou do MELHOR! Eu não dançei muito, confesso. Mas tinha vontade.Bailaricos de verão são comigo, ou não fosse eu uma mulher de tradições beirãs!

 

Bebi mais do que dançei... Sim, é verdade. Pareçe que agora tudo é um bom pretexto para emborcar uns canecos: sai se do trabalho e está calor, bota bjeca! altura dos arraiais, já se sabe que o pezinho de dança dá calor e a sardinhita na brasa dá securas, bota bjeca! fins de semana de sol e calor, na esplanada da praia, a petiscar qualquer coisa,para matar o bichinh, bota bjeca! jogos da selecção, para atenuar o sofrimento e reduzir o stress, bota bjeca! É que é lindo!!!  Jogo da selecção sem cervejola, não é jogo! Foi por isso que perdemos no domingo passado com a Suiça: é que eu só bebi uma bjeca ao longo dos 90 minutos de jogo!!

Se tivesse bebido mais,tenho a certeza que teriamos ganho ou no mínimo, empatado. Pelo menos, ficaria obnubliada o suficiente para me esquecer rapidamente que o árbitro desse jogo, foi tudo menos arbitrário. Chamei tantos nomes ao senhor, mas agora nao posso dize los aqui, ok?

 

Some se a tudo isto  um fm de semana intensivo de praia, em que escaldei as coxinhas, as nadeguinhas e as perninhas e em que ontem tive que durmir de rabo alçado com dois sacos de gel daqueles que se congelam em cima das nádegas para me refrescar o "ass" e aí têm o porquê de eu ter andado tão desaparecida nos últimos tempos.  Há vidas muito duras, não é mesmo?

 

O Verão está á porta e promete ser coisa fascinante... Vamos lá ver se não fico para aí ofuscada com tanta fascinação no "meu querido mês de Agosto".  Ando meio encagufada, de perninha a tremer só de pensar. Era agora que se devia abrir aqui a minha porta de casa e entrar o José Diogo Quintela, tal qual anúncio ao Licor Beirão e dizer me:

-" Medo,loira? Maaaaauuuuu!!! Mas tu és uma mulher ou és um rato?!"

 

Huummm....neste momento, se não te importares muito, acho que prefiro ser um rato. Pelo menos, não penso.

publicado por Carlita às 20:53

Terça-feira, 10 de Junho de 2008

Comunicado da loira á nação:

 

 

Iniciei hoje, efectiva e oficialmente a minha época balnear

 

 

.....

 

 

COMI A MINHA PRIMEIRA BOLINHA DE BERLIM NA PRAIA.

 

E que bem que me soube!!!

 

 

 

sinto-me: estival
publicado por Carlita às 21:23

Segunda-feira, 09 de Junho de 2008

 

Aiiii...as tristes e deprimentes Segundas feiras! Aquele lento despertar das semanas! Ohhh tristeza "mai" grande... Nunca consigo acordar bem disposta numa segunda de manhã, funciono á mesma velocidade de uma lesma e pareçe que tudo corre mal.

 

Desta vez, nem a existência do novo ser vivo da espécie masculina que resolveu dar á costa lá no serviço me alegrou a alma. Nada!! Qual quê? Alegrou me apenas por uns momentos, quando nos cruzamos de manhã e eu fiz a linda figura de lhe sorrir com quantos dentes tinha na boca, para depois me decepcionar á tarde. Epahh... o computador do serviço não crashou,ele nao foi lá arranja lo, não trocamos telemoveis. Correu tudo mal! A única coisa que trocamos foi isqueiros: ele deu me o dele e eu dei lhe um que me tinham dado. Até o cruzamento dos isqueiros se revelou complicado: deixou cair o isqueiro que eu lhe tinha dado, baixamos os dois para o apanhar ao mesmo tempo e quase  demos uma cabeçada. Ohhh, lá se foi o romance promissor. E ainda mais depressa foi quando vim a descobrir por portas travessas que ele tinha uns 24 anos....Tens quase idade para ser meu filho, jovem!! Não me faltaria mais nada agora ter que andar a trocar as fraldas a cachopos! É mesmo um grande borracho ( e ele sabe disso, é um tipo assim um bocadinho de nada a atirar para o convencido) mas disfruta lá das tuas maravilhosas 24 primaveras e que Deus Nosso Senhor te conserve esse palminho de cara e esse corpinho jeitoso(rabo incluido), que daqui a um par de anos, quando tiveres pêlos no peito, logo falamos melhor. Aiii..não tenho mesmo sortezinha nenhuma. Este ainda não é o meu Rei de Copas, está visto!

 

Bom, mas nada de pensamentos tristes:esta semana é mais curta, amanhã é feriado, hoje é noite de copos, amanha é dia de estender o esqueleto ao sol (se estiver bom tempo, coisa que já vi mais próxima de acontecer do que hoje) e se tudo correr conforme as minhas optimísticas previsões, este ano, antes do feriado, não irei ter visualizações manhosas  do bicho papão. No ano passado, cada vez que me lembro (vejam post "Assombração", Junho de 2007, aqui mesmo neste blog),eu sentada no bar de costas para a porta, a M. só a dar me de olho e eu a pensar:" mas esta gaja está pitosga agora ou ganhou um tique que eu ainda não conheço?" , quando, me volto em câmara lenta ( e aquele rodar pescoço para mim durou uma eternidade, pareçe mesmo uma cena de filme) e aí estava a criatura a fazer a sua aparição!! Ora toma te! Aí tens! Incha, porco! Só tenho aventuras...e não são em nada parecidas com as o Indiana Jones!

 

Vou jantar, tomar um banhinho e transformar me em Cinderela. Esta noite quero estar e sentir me bonita. Mereço.

 

sinto-me: em stand by
publicado por Carlita às 20:11

Domingo, 08 de Junho de 2008

Olá meus amores!!! Quantas saudazinhas vossas, dos vossos olhinhos a percorrer as linhas que escrevo...Muitas mesmo. Kissinhos para vocês todos!

 

Há já tanto tempo que não vinha aqui. No domingo, para além da paranóia de arrumar gavetas, pelos vistos deu me também para arrumar e limpar o computador. Fiz um backup aqui no monstrinho portátil e depois estive imensos dias para o configurar. Até sou uma loira esperta, que sabe algumas coisas de informática, pelo menos aprendi a formatar o computador, que estava cheio de trapalhadas até aos olhinhos e estava mais lento que um caracol, mas a coisa não correu lá muito bem como eu estava á espera, o magano encheu se de bichos maus e teve que ir ao sr doutor. Faz o seu check up anual, como convem e depois... é sempre a abrir!!! Jonhy, muito, mas  mesmo muito obrigada!!!

 

E perguntam vocês: novidades? Ora, novidades, novidades...só no Continente!!

 

O tempo já está bem melhor, pelo menos já convida para umas idas á praia e eu JÁ FUI!!! E apanhei um escaldãozinho no lombo. Tão típico... Mas o que querem? Não chego com as mãos ás costas. Nos sítios onde espalhei o protector não fiquei cor de rosa. Já começo com as avarias solares. Também, quem me manda ser uma branquinha de neve?

 

Mais coisas extraordinárias que têm acontecido? Nada de mais. Nem sequer tenho saído muito aos fins de semana (cruzes! credo! devo andar doente!) mas agora com o calor a apertar, já sei que vou andar mais saída de toca. E ontem até foi uma noite em que saí da toca e dei me logo mal.

Epah, haja paciência para aturar gajos parvos!  Estava eu muito bem e relaxada da vida com a M.,  cá fora na esplanada do bar, a fumar o cigarrinho da praxe que acompanha sempre com a imperial, quando uma coisa alienigena aparece por detras de nós a cravar lume. Fiz logo o meu olhar mortal nº 74, aquele que lança chispas cósmicas pelos olhos. Cruzei um olhar com a minha amiga, e ela tinha o mesmo olhar que o meu.  Pus a minha cara do "estás aqui, estás a habilitar te a ouvires uma boca foleira...", mas a coisa não resultou. Insistiu no monólogo. E insistiu,insistiu. Até que teve a brilhante saída de perguntar o que poderria fazer para nos alegrar, a mim e á minha amiga. Ai, eu cá já não me agentava e aquilo teve que me sair:

 

-" Olha, tu queres realmente saber o que nos fazia agora feliz? A sério? Acho que não ias gostar mesmo nada de ouvir a resposta..."

 

Obviamente que foi uma indirecta.A minha vontade era ter lhe dito com todas as letrinhas que o que me poderia fazer imensamente feliz e realizada como pessoa e como mulher, naquele momento, era ter se lhe aberto um alçapão debaixo dos pézinho e ele ter ido parar ás catacumbas ali do bar.  Ficou a olhar  com um arzinho de reptil, destilando ainda uns quantos vapores etílicos para cima de nós, mas airosamente, fomos lhe voltando costas e quando demos por ela, o tipo já se tinha marchado. Ufff!  Realmente, não tenho paciência.

 

Aaaaahh! Esqueci me de referir que agora todos os dias adoro ir trabalhar. Até dou pulos de alegria quando entro de manha no serviço (pela porta do cavalo) e me deparo quase todos os dias com aquele tipo lindo, charmossissimo, com um  ar terrivel de sacana, que apareceu por lá esta semana a dar formação a nível de informática.  Sem dúvida que  os dias correm mais ligeiros, oiço os passarinhos a cantar... Tudo o que se precisa para se ter um óptimo rendimento profissional, com funcionários felizes e satisfeitos, é por assim um espécime destes em frente aos nossos olhos. 

Na primeira vez que o vi, foi logo de manhã,sem estar á espera. Entro no serviço, dou de caras com ele ao fundo corredor..."Eh lêêê!! que é isto?Uau!!! Um homem bonito! E vive la France!" Ficamos um bocado a tirarmos a medidas um ao outro, nos poucos segundos que levei a atravessar o corredor. E confesso que é todo jeitoso, sim. Falta lhe apenas um pouco de altura, mas também, quando estiver deitado nem dá para notar (que boca tão foleira!!).

Eu cá,vou torcer para que o meu computador do serviço tenha para lá uma coisinha ruim qualquer e ele depois tenha que lá ir ver e como quem não quer a coisa, talvez lhe peça logo para ver também o meu pc e depois digo que o compenso com um cafezinho e trocamos números de telelé. Prontos! Está feita a coisa...

 

Esta semana é mais curtinha, pode ser que até ao feriado, a coisa se desenrole e vamos os dois beber um cafézinho numa esplanada na praia.

 

Eu depois conto,ok?

 

publicado por Carlita às 17:26

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
19
20

22
24
25
26
27
28

29


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro