...da forma mais inesperada...

Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

Tenho a comunicar que depois do meu último post e de ter passado literalemente as passinhas do Algarve para inserir o vídeo que me fascinou a alma...uff! que canseira!, o ecrã do meu computador de repente ficou negro e só ouvia a musica do Willy Fog; que nos "entrementes" disto tudo, o meu pc resolveu crashar, já estava em modo de suspensão e tudo e continuava a ouvir a música do vídeo a tocar... Epahh! Que raios se passou aqui?!!!

 

Será que vou ter pesadelos com o Willy Fog?

 

Brrr! Ainda bem que não inseri o vídeo do David,o pequeno gnomo ou iria ser atormentada por aqueles trols todos ranhosos que por lá andavam.

sinto-me: abismada
publicado por Carlita às 22:11

Hoje deu me para a nostalgia.

 

Sonhei comigo própria quando era pequena (estranho, não é?) e fiquei assim, a modos que emparvalhada.  Era euzinha mesmo, "piquena" e arrebitada, a fazer birras por pensar que teria que partilhar os meus chocolates com alguém que mos pedisse ("eu dou-te e tu comes..mas vê lá! Só comes um bocadinho!"  e ai de quando comiam mais do que aquilo que eu estava a planear oferecer! Céus!! Preferia que me espetassem uma faquinha no coração. Lembro me de um dia, estar em casa da minha avó, a comer um gelado Perna de Pau,o meu tio ter me comido mais de metade do gelado, deixando me apenas um pedaço no fundo do pau e eu ficar sem fala, abrir muito os olhos e...atirar lho para cima! "Agora comes o resto!" . Claro que depois a minha querida e adoravél avó, ás escondidas da minha mãe, que me deu nas lonas, ficou com pena de mim e premiou este meu lindo comportamento com outro gelado: um CORNETO ainda por cima. É o que eu digo: os pais educam, e os avós deseducam!),a bater o pé a cruzar os braços, emburricada contra uma parede quando não me faziam as vontades (ainda hoje, restam uns quantos vestígios desses comportamentos, verdade seja dita. Não chego ao cúmulo de me voltar contra as paredes, mas ás vezes ainda bato o pézinho, de modo discreto, claro, quando a coisa nao corre como eu desejo!). Era eu a saltar ao elástico que me desunhava; era eu a trepar ás arvores, tipo macaquinha amestrada; era eu a convencer o meu maninho, que coitadinho, foi um oprimido nessa época, a vir jogar comigo um qualquer jogo de mesa. Ele, conhecedor do meu bom e especial feitio, recusava quase sempre, mas eu sempre tive o dom de ser uma chaginha muito convicente e o pobrezinho lá vinha. Com  pouca vontade, mas vinha. A coisa até corria bem enquanto eu estivesse a ganhar. Pior era ao contrário!! Fossem cartas, fossem damas, fosse jogo da Glória (lembram se?), fosse Monopolio ( aqui, tenho que abrir um parentesis para fazer uma confissão. Eu era sempre a dona do banco no jogo do Monópolio e...prontos...como a minha destreza para os negócios não era muita, facilmente ia á falência.Mas miraculosamente, lá apareciam sempre umas notinhas a mais para o meu lado... Tipo: "olha ali um elefante, mano..." e zááásss! Directinhas do banco para as minhas mãos. Isto hoje em dia dava cadeia.Ou talvez não, se eu fosse filha do dono de um qualquer banco) mas quando via que estava a perder....AAAAHHHH!! Mandava tudo pelos ares!

 

-"Não quero jogar mais! És um batoteiro! "- bramava eu, colérica

-" Eu vou dizer ás mããããeee!"

-" Vais dizer á mãe e apanhas!!!!!" - (ui que ameaçadora!)

-" Tá bem...eu não digo..."- respondia me ele, contrariado e resignado á sua sorte.

 

Pronto! Um a zero, ganha a mana mais velha! 

E aquelas brincadeiras que eu tanto gostava de fazer, que era brincar aos escritórios? Pintava me toda para ser sempre a boss e ficava sempre com o telefone mais fixe, que era um de teclas e que ainda por cima não era meu.

 

-" Empregado...traz me os papeis que te pedi á minha secretária JÁ!" - dizia eu, supostamente ao telefone, com voz autoritária.

-" Empregado, traz me JÁ o café que te pedi!"

-" Empregado, passa me aí esses relatórios á maquina!"

 

Nunca me cansava de mandar. Então,mandar é tão bom!!!Deve ser daí que desenvolvi o meu lado de ditadora. Mas quando chegava a vez de invertermos os papeis, a coisa nunca me cheirava.

 

-"Ai, já estou cansada...vamos arrumar tudo e amanhã brincamos outra vez!"

 

Tadinho do meu bro!!! Foi assim uma criatura um tanto ou quanto castigada pela minha pessoa, até que chegou a altura em que me começou a dizer que não a muitas coisas. Maninho lindo do meu coração, adoro te muito!!!! Tornaste te num homem maravilhoso e num ser humano estupendo! Obrigado por teres passado tantas horas de pé a servir de apoio ao elástico para os meus saltaricos.

 

Ao lembrar me de mim quando era mais nova, há uma imagem que sempre guardo comigo e que há de ficar até eu morrer. Até pareçe uma imagem de um anúncio ou assim, mas é bem real. Lembro me de vir da escola (devia andar na 2ª ou 3º classe), num dia de chuva, de trazer umas galochas cor de rosa e um impermeavel transparente também cor de rosa(á menina, mesmo! A minha faceta de Barbie já remonta á infância) e de estar a saltar numa poça de água com uma amiga minha. É caso para dizer, como costuma dizer um conhecido apresentador da nossa televisão: já fui tão feliz...quando era mais nova! 

 

 

Mas hoje deu me mesmo para o devaneio. E querem ver o que achei na net? 

Uns dos meus desenhados animados preferidos!!!

Senti tantas saudades que ao ver este vídeo até me vieram as lágrimas aos olhos.

 

Ter trinta anos é mesmo f*****!  Pareço uma cebolinha.Chega de choraminguices, loira! Também não és nenhum dinossauro.

 

Mas fui tão feliz naquele tempo.

 

 

sinto-me: saudosa
publicado por Carlita às 20:43

mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

13
14

18
20
22
24

26
27
28
29
30
31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

SAPO Blogs


Universidade de Aveiro