...da forma mais inesperada...

Terça-feira, 14 de Agosto de 2007

Acho que desperdicei uma tarde de férias a blogar...Acho... Quer me parecer, mas nem quero pensar muito nisso.

 

 Para a semana quando estiver no trabalho, vou me lembrar desta tarde perdida em frente ao computador. Dêem me lá uns minutinhos que eu vou ali cortar os pulsos e volto já. Não se preocupem que trago o sangue numa tijela para a cabidela.

publicado por Carlita às 22:40

 

Eis que vos deixo uma foto das minhas gatas. Desculpem lá a qualidade da imagem, mas uma gaja loira não pode saber fazer tudo num computador!!!

 

Era só mesmo para as ficarem a conhecer.

 

A durmir assim até pareçem uns anjinhos...mas não se deixem enganar!

tags:
publicado por Carlita às 22:34

No outro dia vi o filme "Uma sogra do pior" com a J.Lopez e quase que me escangalhava a rir, se não me tivesse dado vontade de chorar.

 

Puxa, onde é que eu "quase" já vi isto?! A mãe protegendo filho das garras da possível pretendente, a mãe tendo "xliques" por dá cá aquela palha, a mãe fazendo chantagem emocional com o filho ( e todas nós sabemos como as mães o sabem fazer TÃO BEM!),fingindo se amiguinha, servindo chá e comendo bolinhos, rindo entre dentes das conversas bem intencionadas da moçoila, até ao momento em que soube que o filho ia mesmo dar o nó com ela. Sinceramente...epahhh...alguém me diz se sou eu que tenho a mania da perseguição ou este filme relata quase fielmente (tirando alguns exageros!) o que se passa na realidade?!

 

Nunca tive muita razão de queixa das minhas "quase sogras", se bem que pessoalmente só tenha conhecido três. Tive uma que adorei, outra que quase adorei e outra que bem...hum... vejam o filme e entender me ão. Vontade de lhe espatifar o serviço de Vista Alegre todo em frente aos olhinhos, partir lhe os copinhos de cristal da Bohémia numa parede para ela ver o que é verdadeiramente ser uma "cabra" e ter razões para não gostar de uma gaja. O que foi que fiz de errado? Ah, já sei: conheci o filho dela e começei a namorar com ele. Ai sim? Então e se o enfiasses numa redoma de vidro, fechado entre quatro paredes, o alimentasses a papinhas Cerelac a vida toda? Boa ideia, não?Melhor só se ele fosse completamente assexuado ou desenvolvesse um complexo de Édipo na infância que lhe durasse a vidinha toda. Grunfff!!!

 

E a camela aqui,ainda tentou apelar ao bom senso, tentou manter a calma e lá foi engolindo uns sapinhos de vez em quando, ficando muitas vezes com uma perninha destes batráquios entre os dentes... "Isto são paranoias da tua cabeçita loira, atão, a mulher nem tem razões para te fazer a vida negra, tirando o facto do filho durmir mais vezes em tua casa do que na dela, tirando talvez, digo eu, o facto de o filho volta e meia elogiar os teus dotes de cozinha e de ter dito que queria ter uma vida em conjunto contigo na frente dela...nããããooo...não tens mesmo razões para te preocupares.E aquele olhar que ela te fez no outro dia, não foi nada mais, nada menos que um golpe de vista mal calculado." Poissss...

 

Queremos os filhos e alombamos com as sogras. E não pensem os homens que só as sogras deles é que são as " bruxas"! Imaginem o que é terem que competir com outro homem na vida da vossa mulher, com o pai dela a dar palpites em tudo e a meter o bedelho onde não é chamado, para que tenham uma vaga noção do que sente uma mulher que tem uma sogra "dificil" no caminho.

 

Por isso deixo aqui um conselho: mães de Portugal, largem as fraldas aos vossos bébes e deixem nos ser uns homens, com H grande. Ensinem lhes as fazer a cama em vez de a fazerem vocês por eles, ensinem nos a desenvencilharem se na cozinha de vez em quando em vez de terem sempre prontos e em cima da mesa os pratos que eles mais adoram, dêem lhes umas noções práticas de limpeza e arrumação doméstica e ensinem nos a partilhar responsabilidades em casa. Farão deles homens mais felizes. A sério. E já agora, um lembrete: respeitem a mulher que ele escolher, não a depreciem, não a tentem mudar, não lhes ensinem aquelas receitinhas que o filho tanto adora se ela não vos pedir, não deem palpites sobre a roupa que ela tem vestida ou sobre o presente que ela ofereceu ao vosso filho no Natal passado. E não mostrem ciumes, não se agarrem a ele quando ele for passar um fim de semana fora como se nunca mais o fossem ver na vida. E já agora, quando ele estiver casado, telefonem antes de aparecer lá por casa. Nada de surpresas bruscas do género:"filho vim passar estes dias contigo. deixa me já deitar mãos a esta casa que esta uma pocilga..." É um conselho. Poupam dinheiro ao vosso mais que tudo no divórcio.

sinto-me: farta de sogras e coisas afins
tags:
publicado por Carlita às 21:30

Arre que é buuuuuuuuurrrrrro!!!

Se ainda não relincha....anda lá perto!

 

Ouve lá meu Ambrósio, ainda não te puseram umas palas nos olhos? É que para burro já só te falta isso!!!

 

 

Dahhhh!

 

Pensar eu que....beeemmmm.....eeeehhh....não  vale a pena!

 

 

 

publicado por Carlita às 18:49

 

 

Ou vestidos...ou quase nus...ehehehehe

publicado por Carlita às 16:06

Era uma quente noite de sábado. Produzi me toda: top, calçanito da moda, tacão alto,maquilhagem um pouco mais sofistacada e ligei á amiga, aquela que acompanha sempre quando é para a desbunda. Apetecia imenso descontrair numa esplanada a beber uma imperial fresquinha e dar dois dedos de conversa. Metemo nos no carro ás 22h15m da noite,pusemos o CD com a música da berra, para nos irmos preparando psicologicamente para a noitada e lá vamos nós. Recordo: eram 22h15m!  Erro  nº 1: esqueço me de levar calçado adequado á condução, ou seja, estava a conduzir em cima de dois andaimes.

 

Chegamos ao localzinho do costume ás 22h20. Missão "quase" impossivel: procurar estacionamento. Primeira opcção: o parque dos "carrinhos de choque". Eu chamo lhe "parque dos carrinhos de choque" porque conduzir ali é uma verdadeira aventura. É a lei da selva!  Estou a tentar "furar" entre dois carros mal estacionados e quando menos espero, já tenho um Jipe a vir de frente, com os máximos ligados,olho para o lado esquerdo e já tenho um marmelo colado a mim a fazer me cortes de luzes...E agora?! Não conduzo o Kit!!! Mas que m...querem que faça agora?!!!! Que levante o chassi do carro e passe por cima? Vamos lá então de marcha atrás, por caminhos tortuosos e seja o que Deus quiser. Não me responsabilizo... ainda por cima está escuro, não enxergo nada. Isto está lindo está!! Depois de quatro voltas bem dadas a procurar um lugar, a tentar desviar me dos inergumenos que estacionaram em 3º fila, depois de ter ficado quase "presa" na terra com o carro, olho para a minha amiga, que nesta altura já ia calada como um rato e chegamos ambas á conclusão que nao tinhamos lugar para o carro ali. Era mau sinal,MESMO! A minha perninha esquerda, a do pézinho que carrega na embraiagem, começa me a tremer. Upssss! Lá se vai o carro abaixo...uma, duas, três vezes seguidas. Ok...e agora como saio eu daqui? Para me descomprimir, páro o carro em plena via de acesso e de passagem, abro o vidros e fumo um cigarrito. Que não se lembrem que quererem circular por aqui agora, otários ou ainda tenho que ir chamar o reboque para me virem buscar.

 

Segunda opcção de estacionamento: o 2º parque, que fica um pouco mais longe que o habitual, mas que com sorte, poderá ter algum lugar vago.Esqueci me de referir que sorte, nesse dia era uma daquelas coisinhas que eu não tinha. Uma volta. Nada! Duas voltas. Nada! Três voltas e a minha paciência começa a esgotar se, ainda por cima com milhares de pessoas a atravessarem se me á frente do carro...ai criaturas!!! se vos passasse pela cabeçinha como eu estou neste momento, fariam tudo menos querer passar mesmo rés-vés campo de ourique, a roçar o pára choques do meu carro. Estou quase, quase, quase a cometer um assasinio...E olhem que já tenho as duas perninhas bambas e estou a carregar nos pedais com dois paus com cerca de 10 cm cada um. Por isso, cuidado....Espera...está  ali um a sair. Boa...acelero para lá e faço uma chiadeira brutal com os pneus. Oba! oba! Finalmente! O burro de merda tem as luzes da marcha atrás ligadas há 5 minutos mas não sai do sítio! Hum? Ah, pois, se calhar não tem espaço para fazer a manobra para sair. Recuo. Atrás de mim estende se um filinha de morte, interminavel. Faço os recuar a todos. E o palhaço do Citroen, continua com as luzes de marcha atrás ligadas, vermelhinhas de todo e NÃO SAI DA PÔRRA DO LUGAR!! Mas que é isto? Estás me a gozar não? Espero cerca de 5 minutos, tempo mais que se suficiente para o marmelo se por na alheta com a famelga mas o parvo continua ali, sem se mexer.... Aiiiii os "nérbios"!!! Arranco a todo o vapor, negra como o carvão, os meus pensamentos naquele momento extinguiram se e deram lugar a todo o tipo de ordinarices, com nuvens negras, raios de tempestade, caveiras, cena digna da melhor banda desenhada. Tenho a infeliz ideia de olhar pelo espelho retrovisor e já outro palhaçito me tinha ocupado o lugar. Ai ele é isso?! Somos todos tão amigos que guardamos os lugares no parque de estacionamento uns para os outros? Então e se agora chamasse a polícia para te vir multar? Afinal estás no lugar dos deficientes e que eu tenha visto amigo, deficiente mesmo deves ser é no cérebro, complemente aleijado dos neurónios. Melhor:e se eu voltasse para trás e te fizesse um risquinho com todo o amor e cuidado nessa pintura cinzenta metalizada que tens? Ficarias feliz?! Acho que sim.

 

Terceira tentativa: meter me nas ruelas cheias de gente, levar alguem na frente, de preferencia os parvos que passeiam descontraidamente com a familia todos de mãos dadas (porque esses dão pontos), com o jantar na barriga e o cafezinho tomado, de calçanito de praia e chinelo de enfiar ao dedo. Hummmmmm......para além de me tremerem as pernocas, agora também me engano a meter as mudanças. Aiii não, uma subida agora neste momento não!!!! O que é o ponto de embraiagem? Arranco com o travão de mão accionado ou faço uma aceleração brutal e queimo kilos de pneu em menos de segundos? Ai quem me dera voltar para casa... Sim,mas agora nem consigo ligar o carro para o por a andar... Já sinto o peso do mundo inteiro nos meus ombros, a minha amiga ao meu lado assobia uma musiquinha muito relaxante e entra comigo no jogo de chamar nomes a toda a gente que se atravessa á frente do carro. Se der aquela curva, com certeza tenho uma carrinha branca á  minha espera, com uns senhores muito simpáticos a estenderem me uma batinha branca, ultima moda, que prende com umas fivelas atrás. Mas nem nessas ruelas há uma porcaria de um lugar. Está tudo cheio e atafulhado, com carros parados em cima dos passeios, em 2º fila, parados de um lado e do outro da estrada.

 

Perdida por cem? Perdida por mil? É para a loucura e siga para bingo! Vamos lá entao para a zona "j" cá do sítio. Que me apareça agora algum mânfio armado em parvo, que  com a neura que ja tenho em cima, era bem capaz de descer dos andaimes e espetar lhe um saltinho nas vistas. Também aqui não há lugar??!!! TURISTAS DE UM LADRÃO!!!!! Com uma ameaça de bomba, será que iam embora? Não me pareçe. Se é para morrer, ao menos que morramos no paraíso... Bestas! Inergumenos! Olha, vou me atolar na terra. Quero que se lixe.Ha ali um lugarzinho no meio do desterro, areia ate aos tornozelos, mas ficamos já por aqui.Quando voltarmos logo penso como sairei. Estamos quase a um kilometro de distancia e até chegarmos ao barzinho habitual teremos que nadar contra a multidão de palhaços e otários com o sorriso estupido do "estou de férias, que bom!", mas ao menos tenho o carro estacionado.No cú de Judas, mas está estacionado.

 

Finalmente chegamos ao bar. É 00h00! Um uísque duplo, por favor e sem gelo, que preciso de me anestesiar!!!

 

É tão bom estar no algarve!!!

sinto-me: nao sinto...
publicado por Carlita às 13:07

Estou na minha última semana de férias. É bom que a aproveite, porque quando voltar a "mourejar" vou me lembrar imensas vezes destes dias de ócio, sem fazer nenhum.

 

Hoje era um exelente dia para lavar o pópó. Anda a meter nojo aos cães! Mas ainda a semana passada o lavei e dois dias depois já parecia que tinha saído directamente do Paris Dakar!!Pelo que chego á brilhante conclusão que enquanto houver calor, vento e enquanto tiver que estacionar no malfadado parque de estacionamento que nesta altura mais pareçe os carrinhos de choque, não vale a pena dar banho á viatura.

 

Hoje acordei com as minhas "pipilins" a pularem de grande em cima de mim. As "pipilins" são as minhas gatas. Estava eu voltada de papo para cima, quando senti um peso brutal no estomâgo, seguido de um ronronar ao ouvido e umas unhecas enfiadas no cabelo. Que é isso? Sessão de cabeleireiro logo de manhã?Que ganas!! Não se acorda assim um "gaija"!!! A minha primeira reacção foi agarrar lhes pelos gasganetes e atira las pela janela...Mas depois contive me. Lá tive que lhes dar o desconto. Afinal elas não têm asas e nem bebem Red Bull. E depois, quando abri bem a pestana, lá estavam as duas criaturas, uma em cada lado da cama, a olharem para mim, com aqueles olhinhos que elas já são tão habeis em fazer e aos quais sabem que nao consigo resistir. Mas como raios fazem isso?! Até pareçem o Gato das Botas do filme do "Shrek"...Isso é batota, meninas!

 

 

 

(Quem resiste a este olhar?!)

 

Não tem estado bom tempo para ir á praia. Eu que adoro o verão a "torriscar", este ano sai me a porcaria de um mês de Agosto, que mais pareçe que estamos na Primavera!!! Hei de começar a trabalhar e há de vir calor aí com fartura, é típico!

 

Estou de férias e ainda nem fui á santa terra visitar a "famelga". Isto é um crime, digno das piores sanções. A minha mãe já deve andar a preparar o sermão, com direito a missa cantada e dita em latim:"pois, com tantos dias de férias, bem que podias passar uns dias aqui por casa e blá blá blá....casa....blá blá blá....pais...blá blá blá...andas magrinha...blá blá blá...pais...casa....etc etc etc." Sim, mãmã...tu bem sabes que vos adoro, mas pelo amor da santa...O que raios vou eu fazer para um terra onde estão 40º á sombra e 50º ao sol , onde estou rodeada por cabeços e onde nesta altura do ano, metade da população fala "français"? É para acabar de vez com as minhas férias, não? E depois como faço com as "pipilins"? Enfio as numa transportadora e levo com elas e miarem me aos ouvidos durante 5 horas? Dou  um Valium a cada uma para irem a durmir a viagem toda? E depois se não acordam? E se ao atravessar o alentejo me morrem de securas?! Ai maezinha, a minha vida é muito complicada, não me faças perguntas dificeis! Deixa me lá mas é aqui pelos Algarves,a curtir o pouco calor que há, com as "pipilins" no seu habitat e sem aventuras manhosas...

 

Uma pergunta, que tem pouco a ver, mas que me anda a fervilhar na cabeça desde o ínicio do mês: QUANDO É QUE ESTES TURISTAS TODOS BAZAM DAQUI PARA FORA?!!!! Já tenho saudades da minha terra "emprestada" com um pouco mais de sossego.

 

PS: Hoje faz dois anos que conheci a "criatura"!!! (isto é que não TEM NADA a ver com o assunto, mas enfim...a conversa descamba sempre para este lado!)

sinto-me: com uma ligeira xenofobia
música: Juanes:"Para tu amor"
publicado por Carlita às 12:24

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
29
30
31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro