...da forma mais inesperada...

Segunda-feira, 21 de Maio de 2007

Segundas feiras!!!

Detesto as! Ando sempre meio dormente o dia inteiro. Nestes dias,como diz o outro, "só me apetece ganir!"

 

Hoje, para variar, fiz o balanço do meu fim de semana e devo dizer, que tirando uma ou outra parte, o saldo foi positivo.

Tive uma aventura macabra na minha segunda estreia este ano na praia. Autêntico filme de terror! Eu apenas queria relaxar....e vim de lá mais stressada do que para lá fui!

Praia em Maio...estão a ver o filme? Um dia de sol esplêndido, pouca gente, o céu azul, o barulho do mar. Boa! Pensei eu, é mesmo disto que preciso. Durante meia hora estive no paraíso a tentar ganhar uma corzinha.  Estava no ceu, literalmente!

A escassos metros de mim, reparo num marmanjo,com idade para ser meu pai, prototipo de gigolo, de corpo oleado com uma tanginha amarela quase fluorescente,boa para sinalizar o transito á noite. Pensamento típico:"eis mais um otário!".

Apanho o bronzeador (não queria ficar "chamuscada" logo na segunda vez que ia á praia) e quando dou por mim, tenho o palhaço da tanga fluorescente a perguntar me se precisava de ajuda. Não querido, obrigada, prefiro fazer figura de ursa e tentar mil acrobacias com os braços para chegar ás costas a deixar te por essas mãos gordas e oleosas (provavelmente com ventosas) em cima de mim. Obviamente não lhe disse isto, mas foi o que pensei. Educamente recusei. Insiste na conversa:

 

-"Não a conheço de algum lado? Pareçe me que já a vi nalguma revista?"

Tssss! O que é isto? Sou VIP mas nem tanto... A porta de minha casa não está sempre cheia de fotografos nem me os flahes das máquinas fotograficas me encadeiam! Rosnei lhe uma negativa meio seca mas o parvo não desiste:

 

-" Voce deve ser modelo...Posso lhe fazer um elogio? É uma mulher muito bonita."

 

Ai mãe do céu, pelo amor de Deus, não vais entrar por esse lado pois não? Não me apetece nada por a minha cara de psicopata á beira da loucura! Fiz lhe um riso de hiena na esperança que ele se assustasse. Ali está o tipo de pé a olhar para mim, que estou sentada na toalha, encolhida até aos ossos, desejando que o chão se abrisse ou que viesse um tsunami que o levasse para o raio que o parta. Deve ter reparado na minha antipatia natural, aquela que me faz destilar fel pelos olhos quando resolveu dar meia volta e ir se embora. Sim sim, joinha rara e precisosa, volta lá para a tua caverna fashion e deixa me em paz.

Um quarto de hora depois, insiste forçosamente na abordagem. Trazia um jornal na mão e desta vez pos se de cócoras ao fundo dos meus pés.

 

-" Quer ler? Eu já acabei de ler o jornal, se quiser esteja á vontade."

 

Nesse momento devia ter todas as caras do mundo, menos a de intelectual relaxada. Apeteceu me responder lhe:"Não obrigada, sou analfabeta." Mas porque é que insistes, cromo?Ainda por cima pareçe que acabaste de cair num pote de azeite. Para que é isso? Vais fritar? Não te esqueças de te enrolares na areia para ficares panado, palhaço!

 

Senta se. Tinha acabado de perder as esperanças de lhe dar um pontapé e com sorte talvez fosse rebolar até á beira mar e fosse engolidopor uma baleia que tivesse acabado de dar á costa. Era sorte a mais, realmente...Insiste em manter o monologo. Eu grunho. Rosno de vez em quando. Os meus olhos olham para todo o lado meno para aquele troglodita sentado á minha frente (tinha acabado de me apceber que iria ter pesadelos nessa noite!). Era nestas alturas que devia aparecer o princepe no seu cavalo para me salvar das garras do monstro. Mas não. Princepes nem ve los. Cavalos muito menos. Quando a gente precisa deles nunca aparecem! Até podia vir numa prancha de surf. Neste momento não me faria esquisita. Desatei a suar com os nervos. Devem ter passado apenas 10 minutos (que para mim foram 10 horas) quando me diz que vai tomar banho. Disso é que já te devias ter lembrado á mais tempo, meu autocolante adesivo. Vai vai, com esses pneuzinhos aproveitas para flutuares e aperta bem os maxilares, não te vá ficar a boiar a dentadura na água.

Vejo o a encaminhar se para a água. É um espectaculo digno de se ver, com as suas nádegas rijas, metidas na abençoada tanga amarela, com 7 ou 8 kg de banha em cima, lustroso como um peixe. Some te já.... Encanta te para aí com alguma sereia que quando voltares já eu estarei muito longe daqui.

Acabei o meu dia de praia a fugir...Completamente stressada! Pegei nas minhas coisinhas, estalei os dedos e teletransportei me para casa.

Puxa!!!Não tenho sorte nenhuma... Em que lotaria é que me calhou este numero premiado?!

sinto-me:
tags:
publicado por Carlita às 19:29

De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
pesquisar
 
Maio 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9

13
14
16
17
18

24
26

27
31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro