...da forma mais inesperada...

Sexta-feira, 16 de Abril de 2010

CONFIANÇA:(s.f.)

Esperança firme em alguém, em alguma coisa: ter confiança no futuro.

Sentimento de segurança, de certeza, tranqüilidade, sossego daquele que confia na probidade de alguém: perder a confiança do chefe.

Segurança: não ter confiança em si.

Crédito: homem de confiança.

Dar confiança, dar importância a alguém, permitir intimidade.

Voto de confiança, no regime parlamentar, aprovação dada à política do governo pela maioria do Parlamento.

 

 

Na infância, confiamos nos pais e família. Depois, aprendemos a confiar nos amigos. Mais tarde, confiamos naquela pessoa que se tornará única para nós.

 

A confiança é uma coisa que se conquista e das poucas que quando se perde, tarde ou nunca se recupera. Magoamo-nos quando alguém trai a nossa noção do que é a  confiança.

 

Da parte que me toca, tive, tenho e sempre terei um sensor que me alerta para as pessoas ás quais dar a minha total confiança. Acontece é que muitas vezes não o oiço. Prefiro fingir que ele não existe, que são apenas receios infundados da minha cabeça. E quando chego ao fim da linha e me apercebo que afinal, deveria mesmo ter dado ouvido aquilo que o meu sexto-sentido me dizia, já é demasiado tarde.

Cada vez mais, com o passar do tempo, dou menos votos de confiança ás pessoas. Por isso, aquilo que eu pensava ser uma desilusão grande, acaba por não ser sempre assim tão grande como eu imaginei...porque não trairam o total da minha confiança. Há um resto que se mantém incólume e intocavel. Não quero dar o meu coração ( todo e qualquer parte dele) a alguém que não passou no meu sensor. Não consigo.

 

Apelidam-me de "fria". Não, não sou "fria"... tenho apenas as minhas razões para ser assim. Não gosto de me sentir vulneravel. Sinto me desconfortavel em situações que não domino e isso não tem nada a ver com frieza da minha parte. Sou precavida e isso não tem nada de errado.

 

O que é trair a confiança?Para mim, envolve um golpe profundo e inesperado por parte de pessoas que me são queridas. É sentir que alguém falhou, falharem promessas, implicitas ou não. Porque as promessas para mim são sagradas: só prometo aquilo que sei que posso cumprir. Ninguem me apanhará nunca na igreja a prometer á outra pessoa que vou ama-la para sempre, que vou ser-lhe para sempre fiel, bla bla bla bla. Como posso prometer uma coisa sobre a qual não sei o dia de amanhã? Não sou capaz.  

Não ser capaz de se manterem fieis a eles mesmos é para mim uma forma de  traição de confiança. Quando alguem nos leva a crer que quer muito uma coisa, levando-nos muitas vezes a alterar o nosso modo de encarar a vida, e depois muda de ideias, é para mim uma forma de traição. E eu sou incapaz de voltar a confiar nas pessoas que me traem.

 

Se vou voltar a ter confiança em alguém ou e alguma coisa nos próximos tempos? Gostaria muito de dizer que sim, que quero e que estou preparada para isso, mas como mulher precavida que sou, digo que será cada vez mais dificil isso acontecer. Começou novamente a formar-se aquele "iceberg" no meu coração que eu tão bem conheço e não haverá "buraco de ozono" que o derreta tão depressa.

 

A vida faz-nos assim. As pessoas fazem-nos assim.

 

É triste, mas é a verdade.

publicado por Carlita às 20:53
|

De Patricia a 17 de Abril de 2010 às 17:08
Olá Carla,

Tenho seguido o teu blog e hoje decidi deixar este comentário pois revejo-me tanto naquilo que escreveste! Também pelo que já passei tenho dificuldade em confiar a 100% numa pessoa, se fazemos bem ou mal, não sei, mas tal como tu parece que tenho um iceberg no meu coração há muito tempo e não está fácil de derretê-lo... se gostaria que isso acontecesse? Acho que sim, sentiria-me bem mais leve!

Patricia

De ClaudiaLG a 19 de Abril de 2010 às 18:04
Pois é amiga... concordo e revejo-me em cada palavra deste post! Uma vez traída a confiança que depositamos em alguém, jamais é recuperada na sua totalidade... pode-se dar-se até uma segunda oportunidade, o benefício da dúvida, mas nunca mais volta a ser como era antes... e como todos sabemos, sem confiança nada feito... sem confiança, é impossível entregarmo-nos plenamente, é impossível viver intensamente e adormecer todos os dias tranquilamente... E isso torna-nos mais duras e mais exigentes! Mas olha mulher, pelo menos temos muito bem definido aquilo queremos! :)


mais sobre mim
pesquisar
 
Abril 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
15
17

18
19
20
21
22
23

25
26
27
28
29
30


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro