...da forma mais inesperada...

Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Há verdades que nos libertam.

 

Quando sentimos que uma bolha imensa vai crescendo dentro de nós, se vai apoderando de todo o nosso ser e envenando a nossa capacidade de agir e pensar racionalmente, está na hora de nos libertarmos desse veneno.

 

Todo o ser humano tem um lado negro. Aquela parte no fundo de nós que não sabemos que existe ou fingimos que não existe. Que escondemos a todo o custo e com a qual nos evitamos confrontar. Mas ela existe. Está lá.

Tristemente pensamos que não somos capazes de ter maus sentimentos ou pensamentos. Os outros sim, mas nós não. Mas temo-los e sufocamo-los porque achamos que não se coadnuam com aquilo que um ser humano é. Não se ajusta nas nossas medidas.

Recalcar esses sentimentos, não lhes dar ouvidos, são a sua forma de ganharem poder . E adquirem um tal poder, que um dia damos por nós completamente obcecados e cegos. Suga-nos como um remoinho. Toda a nossa vida,acçoes e pensamento giram em torno daquele sentimento mesquinho. Que não identificamos e que no inicio apenas nos incomoda. Damos-lhe a roupagem que achamos conveniente para poder ser aceite pelos outros. Mas mesmo ao falarmos sobre isso, não nos sentimos melhor.

 

Não sei de onde vêm esses sentimentos. Certamente não será do coração. Certamente será daquele parte mais sombria que todos nós possuimos, o Mr Hide privado de cada um. Não, sentimentos desses não podem nascer do coração....

 

Só quando nos confrontamos com ele, é que entendemos. Só quando o exprimimos, é que verdadeiramente nos libertamos. Com raiva, com dor e angustia. Aos ouvidos alheios pode parecer uma blasfémia. Quem nos conhece verdadeiramente não nos reconhece. Mas é só com essas pessoas que conseguimos libertar os nossos demónios, porque sabemos que não nos vão julgar nem condenar. Estão ali simplesmente para nos ouvir, como numa espécie de exorcismo.

 

E foi assim que  libertei o veneno que me andava a corroer há algum tempo.

Depois de ter dito tudo o que sentia, entre lágrimas, da pior maneira com as piores frases, depois de ter dado asas ao meu demónio para se manifestar... ele foi-se embora. Deixou me com um enorme sentimento de paz e tranquilidade. Apercebi-me que todo o poder que ele tinha dentro de mim, já não existia.

Confrontei-me com a pior parte de mim e disse para mim propria que nunca mais queria sentir-me assim. Que nunca mais queria deixar que um sentimento tão feio e tão baixo dominasse a minha  vida a ponto de quase me enlouquecer.

 

Há verdades que nos magoam mas acima de tudo, deixam nos livres.

publicado por Carlita às 17:29
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2010
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
13

14
15
17
18
19

22
23
25
26
27

28


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro