...da forma mais inesperada...

Quinta-feira, 25 de Junho de 2009

 

Quem disse que a cozinha é apenas território das mulheres, está redondamente enganado. Cada vez mais a área da cozinha é território neutro, para mulheres e homens e cada vez mais é sabido que há homens que são, sem sombra de dúvidas, (bons) cozinheiros. Cozinhar é uma arte e exige ciência e sapiência.

 

Não me importo nada de dizer que não sei estrelar um ovo. Apesar de vez em quando lá me esmerar um pouco mais e até sair qualquer coisa de jeito, minimamente apresentavel e comestivel, estrelar ovos e fazer sobremesas não é de todo o meu forte. Os ovos saem me todos manhosos, ora cozidos demais ora com a gema espalhada pela frigideira e tenho sérios problemas em bater natas ou claras como deve ser e por vezes(POR VEZES!!!) quando a coisa até sai minimamente como deve ser, a arte para regular a temperatura do forno não é muita e lá me sai um bolo a parecer um pneu furado, ou um souflee que não cresceu ou um pudim meio esturricado. Come-se, claro, mas não com muita vontade. Digamos também que a imaginação culinária não é uma daquelas coisinhas que seja extremamente abundante em mim.  Não fui dotada com uma capacidade de improvisação fantástica. Quando tenho tudo a postos para começar a elaborar uma receita e me apercebo que me falta qualquer ingrediente fulcral, deito logo as mãos á cabeçinha:

-" Ai Jesus! E agora? Como é que vou resolver esta tragédia ( grega, por sinal!)? O melhor será deixar para a próxima..."

 

Problemas desses não terão certamente cozinheiros como o Henrique Sá Pessoa ou o Chakal.  Confesso aqui publicamente que sou fá do programa do Henrique Sá Pessoa, na RTP2, o "Entre Pratos".  Para além de elaborar receitas faceis, acessiveis e com um aspecto de nos fazer logo crescer água na boca, o rapaz também é todo simpático e giro que se farta!  Assim junta se o util ao agradavel... aprendemos coisas novas e lavamos os olhinhos.

 

Com o Chakal (auuuuuuu!) a mesma história, idem idem, aspas aspas. Temos que admitir que aquele turbante não fica bem em qualquer cabeça, mas... na dele, fica lhe a matar! E aquele sotaque meio argentino, meio portuga dá lhe um charme irresistivel.

 

Um homem bonito, simpático ( supostamente. Na tv pareçem sempre  ser o super sumo da simpatia) e ainda por cima a cozinhar divinamente... é o delírio de qualquer fémea!

 

De modos que, a todos  aqueles homens machistas, que acham que o lugar das mulheres é na cozinha eu digo que estão completamente dêmode e é bom que se cultivem nas artes culinárias que nós já não queremos só amor, musculos e uma cabana.

 

 

(Fofinhos, nomínimo, não?)

 

PS: Só agora me começo a aperceber que tenho um fascínio qualquer por homens com barba...

publicado por Carlita às 21:52
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12

14
15
19

21
22
23
27

28
29
30


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro