...da forma mais inesperada...

Quarta-feira, 04 de Fevereiro de 2009

Sinto assim a modos que umas borboletas no coração, na barriga e em todo o lado. Que borboleteios são estes agora, meu Deus? Já estou tão habituada a não sentir estas coisas, que estranho. É uma óptima sensação, mas "quase nova" para mim.

 

Novidades: ...hum...na Malásia. Do outro lado do planeta e com um fuso horário de mais 8 horas.  Nada como bons começos, sem dúvida! Mas não me queixo...aii! não me queixo mesmo nada! Os dias passam ligeiros, os passarinhos cantam e se não fosse este maldito tempo de chuva, quase podia jurar que as minhas borboletas se materializavam. Para além disso, tenho uma caixa de chocolates para comer durante um mês. Atitude surpreendente e amorosa (querida, mesmo!) do M., numa tentativa feliz de minimizar o tempo. E querem saber a verdade? A verdade é que adorei!!!! Foi uma simples caixa de chocolates, eu sei, mas deixou me tão feliz como se tivesse recebido o maior tesouro á face da terra. E depois senti me bem e senti me estupidamente mulher porque descobri que ainda possuo a capacidade de me alegrar com estes pequenos gestos.

 

Disse lhe que estaria aqui á espera dele quando regressasse. O que é um mês quando se passou os últimos dois anos a tentar afastar possiveis pretendentes e a lidar com os homens como se eles fossem o diabo encarnado e merecessem ser banidos para sempre da face da terra? Olha, lá resolvi por um bocadinho os medos de lado e dar umas tréguas ás minhas lutas. Não posso ter medo para sempre, não posso cair na ignomia de pensar que tudo acaba mal e sobretudo não posso e nem quero deixar de acreditar nas pessoas. Foi um compromisso que assumi na noite de ano novo e tenciono cumpri-lo.

 

Quero viver o momento presente sem me preocupar com o futuro ou dar muita importância ao passado. Certo que olharei para as minhas cicatrizes emocionais e me lembrarei dos erros que cometi, do quanto me magoei e decepccionei outras pessoas. Sempre farão parte da minha vida e ajudaram me a tornar a pessoa que sou hoje. Mas são apenas isso: vestígios, marcas deixadas que não me impedirão de seguir a minha vida e ser feliz. Seja essa felicidade passageira ou mais duradoira. Não interessa. O meu coração começa a sorrir de novo... Step by step. Slowly.

 

E a minha felicidade neste preciso momento está em comer um delicioso chocolate e pensar num avião que não tardará aterrar no outro lado do globo.

 

Hoje começa a tua aventura, M., por isso APROVEITA !!!!

publicado por Carlita às 20:48
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
28


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro