...da forma mais inesperada...

Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2009

A maravilha de se chegar a Quarta-feira é que metade da semana já está passada. Porreiro, pah!!!

 

Melhor que isto, é ser Quarta-feira e ter feito logo de manhã uma rica lavagem ás vistas...  Um belo exemplar da espécie masculina, sentado á porta do meu gabinete, á espera de vez para ser atendido.  Aleluia, irmãos! Deus seja louvado! O aparecimento expcional de "carne nova e fresca" num local habitualmente  frequentado por população idosa é motivo suficiente para elevarmos as mãos ao céus e agradecermos tamanha benção.

 

E esta benção, (por acaso ) até era bem jeitosa! Bom nas horas... Um tipo na casa dos trinta, a começarem lhe a aparecer os primeiros cabelos brancos ( que só também por um pequeno acaso lhe dava um ar extremamente charmoso), com um par de "faróis" azuis naquele palminho de cara e com um sorriso...uiiii! com um sorriso mais branco e direito que parecia ter acabado de sair de um anúncio a uma pasta de dentes. Unico senão: um bocado "nanito" mas também ninguém é perfeito.

Dou os habituais bons dias, talvez um pouco mais sorridente que o habitual e faço o entrar.

-" Tem que despir da cintura para cima, ok"?

Normalmente nem me dou a tantos trabalhos... Com este frio se mandasse os velhinhos todos que vão lá despirem se, havia de ser tarde que me despachasse. Mas esta "aparição" era digna de ser vista como deve ser.

-" E as calças?" - pergunta me ele, meio encavacado-" Também tenho que despir?"

 

Aaaaahhhh... Aqui fui mázinha. Fui mesmo muito mázinha. Confesso que abusei um bocado do "status" profissional. Por uns momentos estive quase a dizer lhe que não valia a pena, que bastava apenas levantar  um pouco acima do tornozelo que era suficiente mas a quando a minha voz saiu, foi algo totalmente diferente:

-" Ahhh sim... as calças convem também tirar..."

 

 Boa! E prontos! Foi assim que fiz um pedaço de homem despir se todo á minha frente esta manha e ficar só em boxers... Tentei a todo o custo evitar olhar lhe para o "material"   enquanto ele estava deitado.Juro que sim. Não olhei. Prontos, vá...deitei lhe uma olhadela rápida, coisa para aí de microsegundos, que não deu para avaliar nada.

 

O exame depois? Quase em câmara lenta, que eu cá tenho o dia todo... Então,isto ainda agora é de manhã.

 

Fiquei contente. Satisfeita mesmo. Feliz.  Ao menos compensou me do resto do dia em que só tive velhinhos de ceroulas e  camisolas de interior da Thermoteb.

 

Thank you Lord, por estas manhãs que começam bem e nos dão logo uma nova perspectiva para o resto do dia. Amén.

sinto-me: Pouco católica
publicado por Carlita às 19:47
|

De Claudia a 29 de Janeiro de 2009 às 16:04
Ai rapariga, o q eu me farto de rir com os teus post! :D Adorei este!!


mais sobre mim
pesquisar
 
Janeiro 2009
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
16
17

18
20
21
23
24

25
26
27
29
30
31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro