...da forma mais inesperada...

Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

Que dia tão doloroso! Como custa arrancar o esqueleto do quentinho da cama de manhã!!! Vou precisar para aí de duas semanas, no mínimo, para me recompor das férias e para voltar a engrenar no ritmo de sempre. Férias das férias. Não sou a única apologista dessa ideia.

 

Adoro esta época do ano. Aliás, há duas épocas no ano que eu adoro: o Outono e a Primavera. O espaço intermédio entre o Verão e o Inverno. No Inverno, depois de tanto frio e chuva, sabe me bem os primeiros raios quentes de sol, sabe me bem as tardes amenas sentada num banco de jardim a ler um livro, sabe me bem usar roupas mais leves e alegres. E depois da agitação e calor do Verão, adoro as primeiras chuvas que deixam aquele cheiro maravilhoso no ar, adoro ver as folhas a cair, adoro a luz dos finais de tarde (falando nisso, no domingo fiz uma viagem maravilhosa para baixo. Atravessar o Alentejo inteiro á luz de um final de tarde é qualquer coisa de fantástico), cada vez mais breves e adoro começar a usar a roupa quentinha do Inverno. E depois...há a tal história da mudança de horário, que eu só por um pequeno acaso, nesta altura AMO! É aquela horinha a mais que se dorme, os dias mais curtos... Apesar de ter nascido na Primavera ("Maio, maduro Maio quem te pintou?") , esta altura tem muito mais a ver comigo. Sem dúvida que se fosse uma estação, seria um príncipio de Outono. 

 

Ontem estive a dar banho ás minhas pipilins. Já faz parte da rotina que se segue depois de cada viagem á terrinha. Já deviam era estar habituadas, mas não estão... Foi  uma chinfrineira de todo o tamanho, já para não dizer que suei ali as estopinhas para as manter quietas enquanto tentava secá-las com o secador. A gorducha da Nokas (está tão gorda! A  sério. Até tem assim uns revelozinhos no abdómen que eu pensava serem gatinhos: " estás com bébés, Nó?" mas que vim posteriormente a descobrir ser mesmo gordura acumulada) até não se portou mal de todo...agora a minha "loira"... ui! aquilo é que foi um belo circo!  (as loiras são sempre terríveis!) Mas compensou o esforço, porque depois ficaram todas cheirosas e lavadinhas, a cheirarem a maçãs verdes, de "marrafinha" ao lado e tudo (porque eu penteei as!!!! LOL) prontinhas para irem fazer o ´"óó grande" aos pés da cama da dona.  Ok. Sei o que estão a pensar: "esta gaja não as bate todas." mas...não me culpem. Isto é puro instinto maternal. O meu relógio biológico já anda a dar sinais de vida á muito tempo.

 

Fazer marrafinhas em gatos... Aii! Internem-me JÁ!

 

 

 

 

sinto-me: mamã
tags: ,
publicado por Carlita às 14:41
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Setembro 2008
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
19
20

21
22
26
27

28
29


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro