...da forma mais inesperada...

Sexta-feira, 29 de Junho de 2007

Sinto me terrivelmente endiabrada.Deve ser coisa da lua cheia...Será que com tanta diabrura em cima me irei tranformar num lobisomem por estes dias? Auuuuuuuuu...

 

Esta semana tive cá uma crise...daquelas!!! É melhor nem me lembrar. Deu ma para a "depre", deu me mesmo para esse lado, para me lembrar dos tristes acontecimementos já passados.  Mas ainda?!! Graças a Deus que melhorei rapidinho, dois dias depois tinha me transformado  novamente numa "princesa ofuscante" a brilhar em todo o seu esplendor.Prefiro me assim.

 

Acontecimentos novos? Por enquanto nada. Está tudo velho como os trapos, com um remendo aqui e ali para não se verem as mazelas. Qualquer dia (espero eu) estarei aí estreando acontecimentos novinhos em folha, em fato de gala...

 

O verão está aí e nao tardará muito a haver supresas do tipo "ovo kinder".  Sim...Ainda me sairá para aí algum palhaço de corda ou um pequeno pónei com ideias luminosas, dentro do malfadado ovo.

 

Sabem, creio mesmo que ando definitivamente a mudar o rumo á minha vida. Ufff! Já era mais que tempo de por um novo disco a tocar. Quem sabe se desta vez não me calha um bela melodia de amor? Mas não por enquanto...

 

Dizem que ver borboletas é sinal de sorte e ultimamente tenho visto TANTAS!!! Será que com tanta borboleta ainda me sairá para aí a lotaria?Quem sabe, quem sabe se não é o prenuncio de alguma coisa maravilhosamente fantástica na minha vida? Já mereço, com tanta desgraça que me tem acontecido ultimamente...socorro, né?

 

Amanha tenho um compromisso inadiavel: uma despedida de solteira!!! Cuidado tigrões, ponham se a pau, que um bando de mulheres enlouquecidas é capaz de tudo! Será melhor levar já o Guronsan dentro da malinha, pois a coisa promete... Se não dizer nada nos proximos dias já sabem...ando me a recuperar da desgraça!!!

sinto-me: endiabradita
tags:
publicado por Carlita às 18:39
|

Sábado, 23 de Junho de 2007

Mais um fim de semana...Cheira me que estou mesmo, mesmo, mesmo adivinhando trovoada. Nem quero ver nada. O melhor será calçar já as galochas no caso da inundação ser muito grande. Como é que se diz mesmo? "Homem prevenido vale por dois".

 

Ando me a meter num belo par de calças pardas...Ainda se fossem umas calças que me assentassem bem, ainda vá que não vá. Mas não. Estas calças não me servem sequer. O melhor será dar de fuga enquanto é tempo. Com calças ou sem elas. De facto, é mesmo o melhor. Foge foge loira, some te antes que te agarrem pela juba.

 

Tenho pensado: para quê fazer mudanças? Para quê tantas mudanças em nós e na nossa vida por causa de um pessoa,que depois vimos a descobrir não nos merecer? Nem vale a pena o esforço. A partir de agora, não há mudanças para ninguem. Se gostarem de mim assim, tudo muito bem. Se começarem a recalcitar por dá cá aquela palha, será melhor mesmo sumirem se do mapa, porque a minha paciência tornou se num curto pavio de pólvora. Babes, ponham se a pau!

 

Ás vezes apetecia mesmo desaparecer. Ir me assim para uma ilha paradisica sem ninguem por perto, sem atrofios manhosos, dotada de um processador novinho em folha e com um botãozinho ao lado da cabeça a dizer "delete". Alguém me explica como se faz? Como apagamos as nossas memórias? Como nos livramos das incomodas "dores de corno"? Ainda ninguém inventou para aí algum comprimido para isso? Quero um desses. Ou melhor, centenas deles, não vá um único só não fazer efeitos.

 

Não sei lá o que é que a minha alminha pressente... Algum  novo encontro "fumegante". Sim,  que experimente  só deitar as garrinhas de fora para ver o presente maravilhoso que lhe sairá na rifa!

 

É sabado e não estou com muito espírito para grandes noitadas. Apetece me meter o rabinho entre as pernas, agachar me e fugir sorrateiramente. Hummmm...Definitivamente, será a melhor coisa a fazer.

 

sinto-me: fugitiva
tags:
publicado por Carlita às 20:44
|

Terça-feira, 19 de Junho de 2007

 

 

 

publicado por Carlita às 20:59
|

"Mais uma moedinha, mais uma voltinha....quem é criança não paga mas também não anda...."A minha vida pareçe uma montanha russa,quiçá uns carrinhos de choque, porque ando sempre batendo com a tromba aqui e ali e estou sempre pronta para outra.

Raios partissem as borboletas!

 

A verdade é que estou francamente aterrorizada com os ultimos acontecimentos.Não sei o que pensar e muito menos o que sentir. Só me meto em camisas de sete varas, tenho cá uma pontaria que deve ser obra de alguma mente inspirada, que não a minha.

 

Com saio eu dos malditos e desgastantes circulos viciosos, meu Deus?!Porque é que as cenas dramaticas e aterrorizantes dos filmes me hão de calhar sempre a mim? Puxa! Compro o bilhete para um filme romântico e sai se sempre um filme de terror.Será que ando enganada nas salas? Provavelmente sim. Quem me dera, por uma vez na vida, acertar na sala de cinema correcta e ver um belo filme de amor, com um lindo final feliz. Mesmo que não dure para sempre, sempre é um "happy ending", sempre nos dá alguma esperança de que a vida não seja só cenas de filmes de faca e alguidar (o que no meu caso, é mais sangue que alguidar, pareçe um porco esguichando sangue em dia de matança!).

 

Não quero definitivamente saber dos reis de copas, nem dos "encantados" e muito menos dos duques de qualquer baralho. Dos duques então quero a máxima distância.Não tenho pedigree suficiente para ser um dama da realeza.

 

Não quero nada. Apenas quero que me deixem em paz, pode ser? Não me atrofiem o cerebro, não me endrominem o juizo, não olhem para mim. Nem respirem sequer perto da minha excelsa pessoa. Será pedir muito?

 

 

 

 

 

publicado por Carlita às 20:39
|

Quinta-feira, 14 de Junho de 2007

Bem que andava pressentindo "borrasca"...Eu não dizia?! Chuva e trovoada,granizo á mistura, com tudo a que tive direito. Vento moderado soprando por vezes com rajadas fortes.

 

O fim de semana passado foi "assombrado". Completamente! A "assombração" começou na sexta á noite e prolongou se até segunda feira. Logo vi. Era animação a mais.

 

Tive mais uma visualização manhosa do...daquilo... da... coisa! Se tivesse "tintins" tinham me caído áo chão, rebolado sei lá bem para onde e nunca mais os teria encontrado. Graças a Deus que as minhas mamocas ainda desafiam a lei da gravidade. Como é que isto me acontece logo a mim?! Andava tão bem, tão...eu, tão...euforicamente feliz, alegre que nem uma labrega e de um momento para o outro...toma, incha aí balão, que é para não estares a cantar de galo. Foi de facto surpreendente. Mais surpreendente foi o facto de eu quase  ter arranjado um torcicolo no momento inesperado do fatídico"encontro". Mas claro, que já estava a contar que mais cedo ou mais tarde tal fosse acontecer (não eu dar cabo do meu pescocinho de gazela, mas sim de ter encontros destes, sem estar á espera.).

 

Os reis de copas andam aí... Vamos lá ver se não são os jokers disfarçados. Quanto a isto tenho as minhas sérias duvidas. Há reis de copas tão bem aprumados que a gente desconfia logo no primeiro relance de vista. Depois, vimos a descobrir tardiamente, que têm mesmo vocação para palhaços. Antes que isso me aconteça, deixa me mas é cá certificar bem, se debaixo dos reais trajes, não trazem vestido um fatinho ás riscas e um barrete com guizos na cabeça. É melhor. Gato escaldado de água quente tem medo.

 

Não tenho pressentimentos nenhuns para estes dias, o que, regra geral é óptimo!!! Espera me um fim de semana calminho, tranquilo, sem noites insones e com muita diversao. Assim o espero. Para aventuras manhosas e outras coisas que tais, ja bem me bastou o fim de semana anterior. Uff!!!

 

Mas quase que podia jurar ( e acreditem!) que ando novamente a querer entrar nos malditos ciclos viciosos da minha vida. Porquê? Porquê? Puxa!!! Sempre a mesma história, again and again... Some se um, aparece outro,volta a reaparecer, depois some se outra vez... Eu cá já não entendo é NADA!!! 

 

Depois conto as novidades (blá blá blá blá).

 

 

sinto-me: no ciclos viciosos
publicado por Carlita às 17:09
|

Terça-feira, 12 de Junho de 2007

 

Mesmo que ás vezes nos desiludamos, vale a pena seguir o conselho...

sinto-me:
publicado por Carlita às 20:58
|

Sexta-feira, 08 de Junho de 2007

Há já imenso tempo (uma semana!!!) que não blogava... Tenho andado super hiper mega atarefada que nem tenho tido  tempo  para pensar!!!  Sim, sim sou uma "gaija" muito ocupada.

Agora desde que adoptei o "pinchavelo" da minha gata que não faço mais nada a não ser andar em bicos de pés pela casa a olhar para o chão, não se vá dar o caso de um dia me escorregar um pézinho e dar com ela esborrachada debaixo do tacão... Confesso que começo a ter sérias duvidas sobre se adoptei um gato ou um cão. A magana não faz mais nada a não ser roer me os pés e as mãos, destroi tudo o que encontra pela frente e neste momento deve andar a candidatar se algum número de circo, pois adora fazer imensas habilidades acrobáticas, como atirar se do sofá para o chão de patas abertas e escalar moveis.Acho que vai ter  uma educação muito dura pela sua frente, palpita me que sim.

 

Hoje é sexta feira e NÃO TENHO PRESSENTIMENTOS!!! Ainda estou para saber que "tramontana" foi aquela que me deu na semana passada. Afinal, Deus ouviu as minhas preces: não tive encontros manhosos, bebi as minhas imperiais descansadinha, bailei de grande sem partir os saltos ás sandálias... Só tive que levar o Dum Dum escondido na mala para afastar os mosquitos e as melgas.  Vou passar a contar: sábado á noite num bar. Dj a bombar,bailarinas semi nuas em cima das colunas, verdadeiro  som de pastilha e eu já meio atrofiada dos neurónios com a batucada. Eis um cromo do meu lado direito, com idade já para ter juizo, prototipo de recem divorciado, já com uns canecos em cima, a curtir a liberdade. Olha a primeira vez. Olha a segunda. Á terceira já inclina a cabeça e pisca o olho. Hum, será para mim?!Náá... Desligei dali o sentido, não valia a pena insistir em desvendar o mistério. Quando dou por ela, já tinha o tipo colado a mim. Mas será que estarei para aqui com alguma coisa de fora? Não, estava composta, com a roupinha toda no sitio. Terei a maquilhagem esborratada? Porque me olhas assim? Será que o meu rimel me deixou a parecer um panda? Curte para aí a musica á vontade,homem do neolitico, desde que não me dês nenhum safanão com os braços e nem te "aprocheges" muito, faz lá a figura de besta que te apeteça. Sim sim, abana lá os braçinhos acima dessa carequinha brilhante que tens, que não é dessa maneira que vais parecer mais novo. E já agora, deixa que te diga que tens um lindo sapatinho de ir ver a Deus. Afasto me e dou as costas. A besta resolve ir á casa de banho. Poe me a manápula na cintura e rosna me ao ouvido:"Auuuurrr! princesa..."

                                                      .................................(minutos a recuperar)....................

 

Socorro! Mas ele disse mesmo aquilo? Será que ouvi bem?"Auuurr princesa?" Mas tu ruges? Esperava por tudo menos por isso. Deves ser algum leão na andropausa, não? Não sou nenhuma pantera e  mesmo se fosse, já terias levado uma bela unhada no focinho,minha caixinha de óculos desesperada.  Graças ao Senhor, tudo me sai na rifa, desde camelos a palhaços! Sinceramente não entendo... Porque só atraio os duques do baralho? Os piorzinhos que ninguem quer?Aqueles, os jokers, sabem quais são? Aiii, quando..quando irei esbarrar me com o valete ou o rei de copas?

 

Pelo andar da carruagem eles andam aí, sim, eu é que não os enxergo.

 

Bem esta noite vai ser novamente de farra. Ultimamente ando muito "saída" da casca, não sei o que ando a adivinhar nestas minhas saídas nocturnas... Algum novo encontro com a "coisa" ...Zzzz..zzz.zzz..Vá de reto, satanás...

sinto-me:
publicado por Carlita às 17:56
|

Sexta-feira, 01 de Junho de 2007

Nasci na Beira- Baixa. Estudei na Beira-Alta. Já vivi na Estremadura e desde há 3 anos para cá que moro no Algarve. Apesar de ter tido uma adaptação um bocado díficil (vim parar ao cú de Judas e pensava que já não estava em Portugal), agora adoro viver aqui. O clima é óptimo (é verão 8 meses por ano!), a gastronomia também não é má (adoro os doces de amêndoa típicos da região e a estupeta de atum. Sim, matem lá a cabeçinha a pensar no que seja, porque eu também o fiz quando aqui chegei!) e fiz imensos amigo. Só ainda não me adaptei totalmente ao sotaque daqui, se bem que já vou percebendo algumas expressões e sem querer dou por mim a utiliza las.

 

Agora imaginem: um leve sotaque da beira, misturado com alguma pronúncia do Norte(fruto da convivência durante os anos de curso com amigos nortenhos) e um leve despontar de sotaque algarvio que já começo a ganhar. Bela confusão!

 

Nos primeiros tempos foi complicado entender a "linguagem base" daqui. Um falar meio aciganado, com os verbos todos a terminar no gerúndio:"estou fazendo", "estou vendo", "estou tomando"...O que por acaso até é um português bastante correcto, quando utilizado no presente, se bem que a maoria das pessoas não o utilize e por isso mesmo se estranhe.

 

A primeira expressão que ouvi aqui foi a do "dar banho":"Acabei agora mesmo de dar banho".

Dar banho?! A quê?! Ao cão?-pensei eu na expectativa que a outra pessoa terminasse a frase. Mas não. Os algarvios não "dão banho ao cão", dão banho a eles próprios, como se o verbo "dar" fosse sinónimo de "tomar". A gente dá muita coisa: dá presentes, dá amor, dá bofetadas, banhadas de vez em quando mas...dar banho?! Continuo a insistir? A quê?!

 

Outra expressão típica são os "almareios". "Estou almareada(o)"

Estás o quê? Amarelada? Mas que raio é isso? Finalmente consegui perceber. Os "almareios" derivam do espanhol almareo, que significa má disposição ou enjoo. Como Espanha é mesmo aqui ao lado, adoptou se o espanholês.

 

Uma vez, de conversa com uma utente, sem querer, vim a descobrir outro sinónimo engraçado. Dizia me ela:

 

-"O meu descansado marido viveu muitos anos fora do país..."

Primeiro pensamento que me ocorre na minha cabeçita loira: " Descansado marido? Grunnff! Deve ser mas é um ganda calão, para até tu lhe chamares descansado!"

Mas ainda bem que não abri a minha sacrosanta boquinha para dizer nada ou teria metido a patinha na poça em grande estilo. Conforme mais tarde vim a descobrir, os "descansados" são aqueles que se foram. Morreram. Pufff! Foram para a quinta das tabuletas. Por isso mesmo, estão descansando. Bem pensado.

 

Aqui bebem se uns copos a mais, apanha se uma bebedeira de caixão á cova e está se com "uma barcada em cima".  Esta ainda não consegui perceber bem de onde é que deriva.

 

Também aqui, como em Espanha, tem se por hábito por os pronomes atrás dos verbos (odeio!):" me está dando um palpite" ou "me estás fazendo mal" ou outra mais engraçada:"por causa tua" em vez de dos habituais"por tua causa" ou por causa de ti". Eu bem insisto em corrigir mas não adianta. Os algarvios são "marafados" de todo.

 

A diferente linguagem daqui já me custou alguns mal entendidos. Uma vez, por altura do Natal, entrei numa pastelaria, toda gulosa e pedi uma azevia e um galão. Havia imensas na montra! Sabem o que são? Aqueles fritozinhos maravilhosos, recheados com batata doce ou doce de grão? Mais umas caloriazitas para a dieta, mas que se danasse. Responde me a magana do bar:

-"Aqui não fazemos azevias".

-"O quê?"- respondi eu, meio desconcertada a olhar directamente para elas

-"Sim. Aqui não fazemos. Se quer comer azevias tem que ir a um restaurante e a esta hora não devem fazer"

-"Hããã?! Mas eu estou a ve las aqui na montra"- e apontei para elas

-"Ahhh! Mas isso não são azevias. São panadilhas. Azevias é peixe frito."

Boa!!!Conclusão: fiz figura de otária, claro. Sabem o que são azevias? Nada mais nada menos que pescadinhas de rabo na boca. Nao admira que na cabeça de um algarvio soe extremamente estranho alguem ao meio da manhã querer comer peixe frito com um galão a acompanhar!

 

Tratem mal alguém e habilitam se logo a levar um "estacaço", um "biqueiraço" ou um "porretaço". Pessoalmente, adoro o "biqueiraço". O terminativo "aço" deve ser para mostrar o tamanho da força e da violência.

 

Adivinhas: como se chama aqui a alguém que está assim um bocadinho alterado, meio passado da cabeça? Diz se que "está mai louco que um balde de chocos"!  É natural! Esta é uma região (ainda) basicamente de pescadores. Estão a imaginar os choquinhos a estrebuchar dentro do balde? Pois é isso mesmo! E o que se diz de alguém que é pretensioso, que tem a mania que sabe sempre tudo? Bom, dessas pessoas diz "que têm a mania que os porcos vão á lua"! Meus queridos, onde vão arranjar estas expressões? Reparem bem, os porcos mal dão dois passos juntos, devido ao peso, quanto mais irem á lua!!! Só se os encherem com hélio!

 

Mas as expressões que eu mais adoro e que de vez em quando já dou por mim a usa las frequentemente são "o que é isso, móóóó?" e o "acaba já, móóóó!". Bem , redefinindo: "mó" é o diminutivo do diminutivo de "moço". "Moço" regridiu para "moss" que por sua vez se tornou num grunho "móóó".Esta é sem dúvida, a expressão de espanto da maior parte dos algarvios que conheço. Por exemplo, alguém diz a outra pessoa:"olha, acabei de bater com o carro." e a outra pessoa grunhe :"que é iiiiisso móóóó?!"ou então:"hoje não me apetece muito sair". Resposta:"Acaba jááá, móóó´!"

 

De modos que entre tantos "almareios", "estacaços" e "porcos a irem á lua" muitas vezes dou por mim a dizer:"que é iiiisto, móóó´? Onde raios vim parar. Acaba já."

 

 

 

publicado por Carlita às 19:32
|

É sexta feira...finalmente.Mas socorro!!! Estou pressentindo borrasca.Não sei lá que fim de semana me espera, mas acho que vão surgir acontecimentos infelizes e inesperados. Estou tão "empressentimentada" que meto nojo aos cães.

 

Sabem aquela dorzinha no coração, aquela angustia inexplicavel que aparece logo pela manha?Sim, eu já me habituei a essas coisas e sei sempre que de cada vez que me sinto assim, vem trovoada a caminho. Á custa disso, aprendi sempre a escutar a minha intuição, pois o meu sexto sentido é demasiado forte para o conseguir ignorar. Não dá simplesmente.

 

Será que vai haver o seguimento do filme "A criatura possessa-parte II"? Deus queira que não... Deus me dê um fim de semana calminho e sem muitos sobressaltos, que me deixe beber as minhas imperiais em paz e sossego, a ouvir uma musiquinha e a dar um pézinho de dança sem partir os saltos dos sapatinhos. Deus queira que, na melhor das hipoteses, seja por estes dias que encontre a minha alma gémea(será que é isso?) e que vivamos um fascinante filme de amor. Mas não me pareçe que seja isso. É borrasca e da grossa a que por aí vem.

 

Aiii, o que estará a minha pobre alminha adivinhando?!

 

Esta noite será...

 

...para a desgraça total e completa!!!!

sinto-me: empressentimentada
tags:
publicado por Carlita às 19:19
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2007
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
13
15
16

17
18
20
21
22

24
25
26
27
28
30


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro