...da forma mais inesperada...

Terça-feira, 08 de Março de 2011

Acho que está na hora de voltar á vida.

Definitivamente SIM.

Hibernei quase durante 3 meses, mas estes dias mais solarengos já me fazem ter vontade de, pelo menos, sorrir num dia de sol. Não é mau. Não se pode querer tudo ao mesmo tempo.

 

Começar por onde? Por dentro. Olhar para dentro de mim e estabelecer prioridades. O resto se verá, irá acontecer quando, onde e sobretudo SE tiver que acontecer.

 

Há coisas que não se podem mudar, mas podemos sempre mudar a perspectiva que temos delas.

 

Começo pequenino, mas já bom.

Um primeiro pequeno passo de bébe rumo a um novo EU.

 

 

 (imagem retirada da net)

publicado por Carlita às 12:11
|

Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2010

.... Trabalho aos montes, sem ter tempo para uma pausa, para respirar. Frio de rachar e eu já suava que nem uma labrega!

 

Respondam-me, porque eu não entendo: porque é que  em vésperas de Natal, as pessoas resolvem todas ir correr para o Centro de Saude fazer exames prescritos há mais de um mês e enchem as Urgências, cheios de doenças (muitas vezes) psicosomáticas? Não entendo. Sinceramente.

 

O mundo acabar-se há amanha? Nos próximos dias? Andarão com as neuras natalícias?!Eu volto para o ano, não se preocupem. Não preciso que no meu ultimo dia de trabalho , me encham o estaminé a desejar-me um bom Natal.  Menos, menos... Muito menos!

 

Arrrgggghhhh!!!

 

Porque não vão fazer as comprinhas de Natal? Alimentar a Pópota? Verem o desfile das criançinhas trajadas de Pais Natal? Porque não vão contribuir para ajudar o próximo, arredondando na factura das compras ( eu cá, arredondo, sim, mas é para baixo! Numa conta de 15, 78euros, perguntaram-me se queria arredondar e eu disse: "Sim, quero. Para os 15... hummmm... Estava a brincar!" Piadinha natalícia.).Enfeitem as janelas com aqueles pais natais que mais parecem uns assaltantes, a fingir que estão a trepar ás paredes. Deem me algum trabalho para o ano, sim?

 

Ide fazer filhozes, paaaahhhh!

publicado por Carlita às 11:46
|

Domingo, 19 de Dezembro de 2010

Sábado á noite: jantar. Jantar regado a tinto. Ranhocises á mistura. Espírito destemido causado pelo álcool. Encontros do 1500º grau.Conversas da carochinha para os bois dormirem. Sérias dúvidas sobre se os bois iriam adormecer ou se iriam escangalhar a rir com a conversa. Segunda hipotese mais plausível. Ironia e sarcasmo.

- " Sabes, o tempo está divido em A.C. e D.C..  No meu caso é mais Antes de Ti, Contigo e Depois de ti. Como podes avaliar, já vamos muito avançados no Depois de Ti. Andas um bocadinho anacrónico...."

-" Ana...que?"

-" Realmente a tua inteligência nunca mais foi a mesma desde que nos separamos" ( A loira armada em parva!)

 

Ego destroçado. Ego sobrevalorizado. A vingança tarda, mas não falha.

 

Dia seguinte: dor de cabeça. Dor de pés. Dor de estomago. "o que é que foi mesmo que eu disse ontem?". Ahhh...prontos! Bendito tintol.

publicado por Carlita às 16:18
|

Sábado, 18 de Dezembro de 2010

Acho que está na hora de começar de novo.

 

Perseguir novos objectivos, traçar novos rumos, conhecer novas pessoas.

 

Acho que é tempo de deixar a tristeza para trás, dar um passo em frente e seguir com determinação. Rumo a quê? Ainda não sei. Espero o que a vida me reserva, pois acredito que  "o que tem que ser nosso, ás nossas mãos nos virá parar".

 

Aprendemos com cada passo mal calculado. Não foram erros, foram lições. E agradeço á vida por elas.Agradeço ás pessoas que me ensinaram. Porque me fazem mais forte, porque me permitem libertar de fardos, porque me renovam, porque me abrem caminhos para novas possibilidades, para novos amores, para novas experiências.

 

Foram apenas enganos do tempo.

 

Quero entrar no novo ano sabendo que deixei para trás o passado, as mágoas, a tristeza. De cabeça erguida, expectante com o que a vida me trará.

 

Há coisas que não têm que ser para nós. Ao aceitarmos isso, tudo se torna mais fácil. Lutar não adianta, Nunca nada se conseguiu pela força. Lamento apenas por todos aqueles que me conheceram e não me deram valor, por todos aqueles que me tiveram e que me perderam.  A minha luz não os iluminava.

 

Vou deixar brilhar a minha luz. E um dia, quando menos esperar, ela será mais luminosa, porque não brilhará sozinha.

 

 

 

publicado por Carlita às 18:45
|

Quinta-feira, 09 de Dezembro de 2010

Andava eu nas minhas andanças virtuais e deparo-me com isto:

 

Sol em Touro e Lua em Peixes

"Tímido, conservador, retraído, emotivo, sensível e romântico, este nativo gosta de ficar bastante tempo sozinho com os seus sonhos e pensamentos. Não é muito de dar o primeiro passo, prefere dar continuídade ao que já começou. Magoa-se facilmente com atitudes brutas das pessoas e por isso é de ter poucos amigos. Demonstra muita segurança, e embora pareça uma verdadeira fortaleza que aguenta todos os trancos e barrancos da vida, dificilmente as pessoas percebem que não é bem assim que as coisas realmente se passam. Sente a vida com cuidado, cautela e prefere ir devagarinho a entrar de cabeça."

 

(retirado da net. Fonte:

http://auto.cultodavida.com/view/lua-em-peixes.html)

 

E....

 

"A posição Natal da Lua no Signo de Peixes é típica de pessoas com uma sensibilidade refinada e especial. Sentem e percebem coisas totalmente despercebidas para os outros. Tolerantes e compreensivos devido ao extremo sentimento de compaixão.

Bastante empáticos, são tocados pelos sentimentos e emoções dos outros. É crítico para eles manterem uma fronteira emocional e separar as suas impressões e emoções das dos outros. Imaginativos, podem sentir coisas e reagir a elas sem que nada daquilo esteja realmente acontecendo. Funcionam melhor se tiverem um despertar, um começo de dia suave, porque vão voltando do estado do sonho e do sono aos poucos.

São vulneráveis a cair em ilusão e encantamentos. Muitos vezes têm emoções confusas, com a sensação de que algo está acontecendo ou para acontecer sem detectar exatamente o que seja. Sentem tudo, pressentem tudo. Impressionam-se com tudo. Como uma pedrinha jogada na superfície de um lago e que produz sucessivas ondas por vários minutos. Embora o estímulo seja pequeno a reação é ampla. Sua instabilidade emocional é resultado dessa grande porosidade em relação ao que os cerca.

Sentem-se bem ajudando as pessoas em aflição e apuros. Pode haver uma grande riqueza e um variado repertório emocional nessa personalidade. Há algo de sutil em como percebem os sentimentos alheios e captam a atmosfera dos ambientes. Há um grande anseio de fusão através dos vínculos emocionais. Elas sabem que no terrenos da emoções as coisas não são arrumadinhas. O que as pessoas dizem, não é o que elas sentem. O que elas sentem, não é o que elas sabem, etc. Que tudo é muito sutil, variável e possível, portanto, em matéria de sentimento e reações não se pode levar tudo ao pé da letra.

Tratar com delicadeza, sem crítica, sem julgamento, com aceitação e compreensão os próprios sentimentos e os dos outros é uma grande qualidade dessa Lua. Quando não estão bem, para se confortarem começam a imaginar uma situação idílica, melhor e, que não tem nada a ver com aquilo que estão vivendo.

Saber que não estão isolados nos seus sentimentos; que não são os únicos a sentir aquilo... que aquilo que sentem todos sentem num dado momento, sob certas condições, é o que torna possível o contato entre as pessoas. Elas se nutrem e nutrem os demais poetizando as coisas. Facilmente entram no terreno da fantasia e das possibilidades irreais para se confortarem. Muitas vezes não sabem porque estão sentindo o que estão sentindo.

 

No caso da Lua em Peixes mulheres sensíveis, sutis, solidárias, românticas, compreensivas e mágicas. Suaves, frágeis, doces e... vagas. Devem ter riqueza e profundidade psíquica e se comunicar sem palavras e sem perguntas. "

 

(Retirado da net. Fonte:

 

http://www.marciamattos.com.br/lpeixes03.html)

 

 

 

E não é que é MESMO verdade?!

tags: ,
publicado por Carlita às 20:36
|

Sexta-feira, 03 de Dezembro de 2010

Abro a porta do frigorífico. Ele já está nas últimas agonias mortais.

Olho lá para dentro com cara de batráquio acabado de parir...Um saco multicolor, com aspecto gelatinoso, geminado com um saco de alface que já viu dias mais verdejantes acena lá das profundezes.

 

"- O que raios é esta coisa?"

 

Muito a medo, resolvo investigar.

 

Conclusão: um saco de gomas em formas de ursinhos XS transformam-se um gomas em forma de ursinhos XXL. (NOJO?!!! Um bocadinho....)

 

Hrrrrruuummmmmgggg! (Som á Marge Simpson)

publicado por Carlita às 21:44
|

Terça-feira, 30 de Novembro de 2010

Quanto não se anda com os "pirolitos" todos no sítio, somos acometidos de crises agudas de loucura.

 

Como a febre que me deu de querer comprar uma capa para o volante do meu "coche" da Hello Kitty, mais os tapetes e os capas para os assentos a condizer. Passou-me depressa também, vale a pena dizer. Que não, não se preocupem que não adquiri nada que se assemelhe.

 

Havia de ser bonito, uma marmanjona de 30 e tal anos, andar com o carro todo artilhado e kitado com gatos cor-de-rosa.

 

Mas que era fofinho, lá isso era...

 

 

images

publicado por Carlita às 14:45
|

Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

E então... que me dizem do dia de greve?

 

Protestaram? Aproveitaram para descansar? Eu cá protestei e muito... Protestei contra criaturas portadoras de bicicletas que não circulam na ciclovia e vão a dar ao pedais, ao lado, no meio da estrada;  contra um inergúmeno que me ultrapassou pela direita; protestei com as minhas gatas por me terem comido o fiambre que me esqueci de guardar no frigorífico e pronto...  só não protestei mais porque tudo o resto estava conforme os meus excelsos desejos.

 

Vislumbrei feliz da vida, esta manhã, o meu despertador com as suas horas "luminosas" a indicarem as 8h e aconchegei-me  me no quentinho da cama, pronta para mas uma voltinha no carrossel do sono.  E para rematar a alegria, quando abro a persiana do quarto,ao acordar, deparo-me com um lindo dia de nevoeiro. Coisa mai linda!

 

Gosto do nevoeiro. A sério.Tal como gosto dos dias mais pequenos.Ou dos dias de chuva, quando estou em casa.  Mas isto sou eu, que não sou normal. Acho fofinho passear no nevoeiro. Apenas de dia, claro...porque á noite, borro-me toda de medo (cada louco tem a sua lógica! ). Pode-me aparecer algum Jack, o Estripador pelo caminho, se andar a pé e se for de carro... Sei lá!  podem descer dos céus milhares de luzes estranhas, com criaturas viscosas de três dedos ou pode-me aparecer o D. Sebastião montado num cavalo e depois? O que é que eu faço á minha vidinha?!!!  E ainda por cima, sem ver um palmo á frente dos olhos?

 

( E isto hoje foi mesmo um post de caca!!! É o que dá quando não se tem nada de interessante para dizer:)

 

publicado por Carlita às 20:27
|

Terça-feira, 23 de Novembro de 2010

Adoro as semanas assim...pequeninas! São tão fofinhas, tão amorosas, quando são pequeninas, quando se trabalha apenas durante dois dias e se passam 3 em casa.

 

E não se preocupem, que para a outra semana, há mais!!!

publicado por Carlita às 17:20
|

Sexta-feira, 19 de Novembro de 2010

Voltaram-me os endemoniados dos presseks manhosos... O que raios eu estarei a adivinhar?

publicado por Carlita às 14:24
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Março 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Últ. comentários
Neste momento,tens um ombro amigo, um apoio, algue...
As pessoas mudam tanto quando se ferem o suficient...
Ah boa!!! Mas podiam por um nome mais sugestivo......
Canela não é a especiaria como já percebeste. Conh...
Sabes miga, cada vez acredito mais que nada aconte...
custa tanto... bem sei amiga...por isso é que, qd ...
adorei xD e fez.m bastante jeito
Também sou touro com ascendente caranguejo. 18 de ...
Eu também, parece que me estou a ver ao espelho :P
Miga, até a mim me doem as tuas palavras.... é tão...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro